14 Maio 2022, 10:11

1.º Maio: PS diz estar “comprometido com valorização do trabalho”, CGTP pede “mudança de rumo”

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Lisboa, 01 mai 2022 (Lusa) – O PS afirmou hoje estar “comprometido com a valorização do trabalho” no arranque da manifestação do 1.º de maio da CGTP, mas a secretária-geral desta central sindical pediu-lhe “mudança de rumo”.


O secretário-geral adjunto do PS, João Torres, chegou hoje à manifestação em Lisboa acompanhado das dirigentes nacionais Vera Braz e Susana Amador e foi cumprimentar Isabel Camarinha, com quem conversou durante cerca de cinco minutos para os microfones da comunicação social.


“O PS está comprometido com a valorização do trabalho no nosso país e estou muito convencido que haverá muitos pontos de vista convergentes”, afirmou o dirigente socialista, manifestando a disponibilidade do partido para dialogar em sede de concertação social.


Na resposta, a secretária-geral da CGTP agradeceu a saudação mas pediu “mudança de rumo” para acabar com “política de baixos salários”, e alertando para a “brutal perda de poder de compra” devido à inflação.


“Sempre disponíveis para dialogar, mas o diálogo tem de ter consequências e o que está em cima da mesa não o garante”, defendeu.



SMA // HB


Lusa/fim

Sem comentários

deixar um comentário