15 Maio 2022, 08:25

25 Abril: Chega diz que “tanto falhou Abril” e pede a PR que não condecore “bandidos”

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Lisboa, 25 abr 2022 (Lusa) – O presidente do Chega, André Ventura, considerou hoje, na sessão solene comemorativa da Revolução dos Cravos, que “tanto falhou Abril” e pediu ao Presidente da República para não condecorar “aqueles que torturaram, mataram e expropriaram”.


“Hoje devíamos olhar para os portugueses e dizer desculpem porque falhámos. Falhámos na justiça que construímos, falhámos no império que se dissolveu e que deixou outros países à sua mercê e famílias à sua sorte, nos jovens que querem emigrar como nunca no país que lhes tinha prometido ser o país da prosperidade, falhámos aos pensionistas e reformados que têm o pior poder de compra da União Europeia”, afirmou.


E defendeu que “tanto falhou Abril”.


André Ventura dirigiu-se ao Presidente da República, a quem pediu que “não condecore aqueles que torturaram, mataram e expropriaram em Portugal”, defendendo que “quem cometeu atos terroristas, quem patrocinou e promoveu nacionalizações e expropriações não pode ser um herói, tem de ser considerado aquilo que é, um bandido”.


“E nós devemos tratar os bandidos como bandidos, que é isso que são”, criticou o deputado do Chega.




FM // ACL


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário