15 Maio 2022, 08:31

25 Abril: PCP contra o que diz ser a hostilização de opiniões divergentes e tentativas de censura

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Lisboa, 25 abr 2022 (Lusa) — O PCP insurgiu-se hoje contra a “imposição do pensamento único” e a “hostilização de quem livremente emite uma opinião divergente”, rejeitando o que considera serem “tentativas de intimidação” do partido com a finalidade de silenciar a sua intervenção.


“A tentativa de imposição do pensamento único, o levantamento de novas censuras, a hostilização de quem livremente emite uma opinião divergente daquela que é ditada pela ideologia dominante são perigosos elementos de ataque ao regime democrático e, por isso, têm como alvo os seus mais firmes defensores, os comunistas e outros democratas, visando silenciar a sua intervenção”, disse a líder parlamentar comunista, Paula Santos, durante a sessão solene comemorativa do 48.º aniversário do 25 de Abril.



AFE // ACL


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário