18 Janeiro 2022, 00:40

Abatido a tiro homem suspeito de disparar sobre elementos da GNR no Pinhal Novo

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Um homem de 62 anos suspeito de ter disparado hoje de manhã contra militares da GNR foi abatido a tiro no Pinhal Novo, após uma operação policial que durou três horas, informou o Comando Territorial de Setúbal da GNR.

Em comunicado, a GNR refere que o suspeito, que vivia sozinho, ao detetar a presença da Guarda efetuou disparos de caçadeira contra os militares, embora sem provocar danos ou feridos, e que se pôs em fuga na posse da arma para uma zona rural no Pinhal Novo, concelho de Palmela, no distrito de Setúbal.

A GNR montou de imediato um perímetro de segurança e mobilizou um forte dispositivo policial com dezenas de militares, incluindo elementos da Unidade de Intervenção, nomeadamente o Grupo de Intervenção e Operações Especiais (GIOE), o Grupo de Intervenção e Ordem Pública (GIOP) e o Grupo de Intervenção Cinotécnico (GIC), que realizaram uma operação de batida em busca do suspeito.

De acordo com a GNR, o suspeito, que se encontrava escondido no terreno, foi localizado cerca das 14:30, por militares que o advertiram para que largasse a arma de fogo.

“Após a advertência clara e inequívoca para largar a arma, [o homem] não acatou a ordem, mantendo-se assim como uma ameaça iminente para a vida dos militares”, refere a GNR, adiantando que “foi necessário os militares recorrerem à utilização de arma de fogo, em legítima defesa, tendo atingido o suspeito de forma a neutralizar a ameaça”.

O comunicado da GNR refere ainda que o suspeito foi assistido de imediato por elementos da Equipa de Resposta à Crise do INEM, que se encontravam a apoiar a ação da GNR e pelos Bombeiros Voluntários do Pinhal Novo, mas que não resistiu aos ferimentos e acabou por morrer no local.

 

Sem comentários

deixar um comentário