22 Maio 2022, 23:06

Acionistas da Mota-Engil aprovaram emissão de empréstimos obrigacionistas de 400 ME

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Redação, 06 mai 2022 (Lusa) — Os acionistas da Mota-Engil aprovaram hoje, em assembleia-geral (AG), a emissão de empréstimos obrigacionistas até 400 milhões de euros, entre outros pontos, segundo um comunicado divulgado pelo grupo.


“Na AG estiveram presentes representantes de 75,03% do capital social da empresa, tendo todos os pontos sido aprovados por votações favoráveis superiores a 98,4692% dos votos emitidos na Assembleia”, referiu o grupo.


“Além dos pontos relacionados com a aprovação dos resultados anuais, foram também aprovados o Relatório sobre as práticas de Governo Societário, a proposta de aplicação dos resultados, e a política de remunerações, assim como a emissão de empréstimos obrigacionistas num montante global de 400 milhões de euros”, referiu a construtora, na mesma nota.


Na reunião, foi aprovada a distribuição, para reserva legal, “de 5% do resultado líquido do exercício, no valor de 2.117.049 euros e um cêntimo”, “para distribuição imediata aos acionistas, 5,175 cêntimos de euro por ação, cativos de impostos, no valor global de 15.875.655 euros e 41 cêntimos” para “reservas livres, o remanescente, no valor de 24.348.275 euros e 74 cêntimos”, segundo o texto da convocatória, publicado no ‘site’ da Mota-Engil.


Foi também aprovada “uma distribuição adicional dos lucros do exercício aos acionistas de 1,725 cêntimos de euro por ação, cativos de impostos, no valor global de 5.291.885 euros e 14 cêntimos”.


“Esta distribuição adicional fica sujeita à condição de o resultado líquido consolidado atribuível ao grupo, a verificar no final do primeiro semestre de 2022, ser superior a 50% do resultado líquido consolidado atribuível ao grupo verificado no ano de 2021, isto é, ser superior a 10.820,5 milhares de euros”, indicou o grupo.



ALYN // CSJ


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário