11 Janeiro 2023, 19:20

Agricultores acusam ministra de não cumprir pela 3.ª vez pagamento de verba da PAC

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Lisboa, 08 jul 2022 (Lusa) — A Confederação dos Agricultores de Portugal acusou hoje a ministra de não cumprir o pagamento de uma verba da Política Agrícola Comum (PAC), pela terceira vez, e apelou ao protesto através de reclamações escritas a Maria do Céu Antunes.


“A Confederação dos Agricultores de Portugal confirma que, à data de hoje e pela terceira vez, os agricultores portugueses voltaram a não receber qualquer pagamento das verbas da PAC. Nem um cêntimo”, informou em comunicado.


Segundo a confederação, a ministra da Agricultura e da Alimentação, Maria do Céu Antunes, comprometeu-se, no dia 21 de abril, a liquidar antecipadamente uma determinada verba da PAC até 30 de maio, o que não aconteceu, tendo depois sido adiado o prazo para junho, o que também não aconteceu, e, por fim, para hoje.


A CAP considerou que a “situação é inadmissível e assume proporções insustentáveis”.


“Em consequência da promessa da ministra, os agricultores anteciparam decisões financeiras, firmaram contratos e encomendas junto de fornecedores e assumiram responsabilidades. As situações de incumprimento em que muitos agricultores se encontram, decorrem, diretamente, da falta de cumprimento da palavra da ministra da Agricultura”, vincou o presidente da CAP, Eduardo Oliveira e Sousa, citado na mesma nota.


Desta forma, a confederação apelou a que os agricultores que se sentem lesados pela situação enderecem por escrito as suas queixas e indignações a Maria do Céu Antunes, como forma de protesto.



MPE // EA


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário