14 Maio 2022, 02:41

Angola e Guiné Equatorial reforçam cooperação na diplomacia, finanças e energia

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Luanda, 04 mai 2022 (Lusa) – Os ministros dos Negócios Estrangeiros de Angola e da Guiné Equatorial concordaram hoje num conjunto de ações para reforçar a cooperação em diferentes áreas, incluindo a diplomacia, as finanças, os recursos minerais e petróleo e a mobilidade.


“As duas delegações concordaram em implementar ações para reforçar a cooperação em diferentes áreas, nomeadamente, Político-diplomática; Defesa, Segurança e Ordem Pública; Economia, Finanças e Investimentos; Saúde; Indústria; Comércio; Agricultura; Pescas; Recursos Minerais e Petróleos; Obras Públicas; Transportes; Educação e Formação Profissional; Justiça e Direitos Humanos; Mobilidade; Telecomunicações e Novas Tecnologias de Informação; Turismo e Cultura, entre outras áreas”, lê-se num comunicado divulgado no final da segunda sessão da comissão mista permanente de cooperação entre Angola e a Guiné Equatorial.


No comunicado conjunto assinado pelos dois países, as partes anunciaram que concordaram assinar um Memorando de Entendimento sobre Consultas Políticas e Diplomáticas Mútuas e um Memorando de Entendimento entre a Academia Diplomática Venâncio de Moura do Ministério das Relações Exteriores da República e o Ministério dos Assuntos Exteriores e Cooperação da Guiné Equatorial.


Os dois países “congratularam-se pelos esforços conjuntos para a realização da Cimeira Extraordinária da União Africana (UA) sobre o Terrorismo e as Mudanças Inconstitucionais de Regime em África, a ter lugar no dia 28 de maio de 2022, em Malabo, República da Guiné Equatorial, e exortaram todos os Estados-Membros a participarem ao mais alto nível”.


No comunicado, diz-se também que o ministro dos Assuntos Exteriores e Cooperação da República da Guiné Equatorial, Simeon Oyono Esono Angue, foi recebido pelo Presidente de Angola, João Lourenço, e enfatiza-se que as relações entre os dois países são “excelentes”.


“Do ponto de vista económico e comercial, Angola e a Guiné Equatorial oferecem enormes potencialidades por explorar, sendo por isso oportuno, avaliarmos e consolidarmos o estado da nossa cooperação, e nesta base, perspetivar novas iniciativas com vantagens recíprocas, que valorizem as potencialidades dos dois países”, resumiu o ministro das Relações Exteriores de Angola, num discurso durante a sessão da comissão mista permanente.



MBA // JH


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário