16 Agosto 2022, 07:43

António Costa felicita líder da Guiné-Bissau por assumir presidência da CEDEAO

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

O primeiro-ministro, António Costa, felicitou hoje o Presidente da República da Guiné-Bissau por assumir a liderança da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO).

“Felicito calorosamente o Presidente da República da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, pela sua eleição como presidente da CEDEAO”, afirmou António Costa, numa publicação na sua conta oficial da rede social Twitter.

O primeiro-ministro português destacou ainda que esta é “a primeira vez que um líder de um país lusófono assume a presidência desta organização”.

A Guiné-Bissau assumiu hoje, pela primeira vez, a presidência rotativa da CEDEAO.

A decisão foi tomada durante a cimeira de chefes de Estado e de Governo da CEDEAO, que decorreu hoje em Acra, no Gana.

“A Guiné-Bissau consegue assim um feito inédito, graças à indiscutível magistratura de influência do Presidente da República. Desde a criação da CEDEAO em 1975, jamais um país lusófono presidiu esta organização”, salienta o comunicado emitido hoje pela presidência guineense.

Além da Guiné-Bissau, também Cabo Verde integra a CEDEAO.

Sem comentários

deixar um comentário