20 Agosto 2022, 06:53

Arganil requalifica largo do Piódão para disponibilizar mais espaço às pessoas

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Arganil, Coimbra, 19 mai 2022 (Lusa) — O município de Arganil, no distrito de Coimbra, está a requalificar o largo da Aldeia Histórica do Piódão, na Serra do Açor, para disponibilizar mais espaço para as pessoas em detrimento das viaturas, foi hoje anunciado.


“O Largo Cónego Manuel Fernandes Nogueira era utilizado como parque de estacionamento, o que nos deixava constrangidos, já que não era minimamente dignificante”, disse o presidente da Câmara à agência Lusa.


Segundo Luís Paulo Costa, a intervenção em curso prevê a substituição do pavimento e novas condições para pessoas com mobilidade condicionada, além da criação de barreiras naturais aos automóveis.


A empreitada, no valor de 320 mil euros, inclui também a substituição do pavimento junto à igreja matriz.


O autarca salientou que, a intenção, articulada em conjunto com os comerciantes da aldeia histórica, é fazer do largo “uma grande esplanada, com mesas, cadeiras e mobiliário urbano apropriado ao local”.


“Queremos dar prioridade às pessoas e tirar os carros do largo”, acrescentou o presidente da Câmara, dando conta que estão também a decorrer obras de requalificação nos sanitários públicos e no posto de turismo local, no âmbito de uma candidatura ao programa Valorizar.


Os trabalhos do novo pavimento em xisto do largo encontram-se a decorrer “em boa velocidade” e a expectativa de Luís Paulo Costa é que até ao final de junho estejam concluídos.


A Câmara de Arganil tem também em execução a reformulação do núcleo museológico, no montante de 75 mil euros, através de fundos exclusivamente municipais.


A intervenção destina-se a transformar a “sala de visitas desta Aldeia Histórica de Portugal num espaço mais ordenado, confortável e seguro, facilitando a mobilidade e convidando as pessoas a descobrir todos os cantos e encantos do Piódão”, sintetiza.


Classificada como imóvel de interesse público, Piódão é uma das 12 Aldeias Históricas de Portugal, construída em pedra de xisto, com uma configuração semelhante a um presépio, e a segunda “que mais interesse suscita, no âmbito da procura, pesquisa e visitação”, de acordo com o presidente o presidente do município de Arganil.



AMV // JEF


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário