22 Outubro 2021, 21:18

Autárquicas: SIC “foi a estação vencedora do dia das eleições” – Universal McCann

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Lisboa, 27 set 2021 (Lusa) – A SIC “foi a estação vencedora do dia das eleições autárquicas”, mas no período entre as 20:00 e 02:30 a TVI liderou, segundo a análise das audiências da Universal McCann, agência de meios do grupo Mediabrands.


“A SIC foi a estação vencedora do dia das eleições autárquicas, num dia marcado por várias surpresas eleitorais que se registaram em diversos pontos do país”, refere a Universal McCann, salientando que com um ‘share’ de 17,5% (audiência média de 432 mil), a estação de Paço de Arcos “acompanhou a par e passo os resultados que chegavam a conta gotas, terminando a sua emissão no canal generalista perto da meia-noite, continuando, depois, todo o escrutínio na SIC Notícias”.


Já a TVI, “posicionou-se na segunda posição dos mais vistos do dia, tendo atingido um share de 15,8% [audiência média de 391 mil]”.


A estação de Queluz terminou a transmissão relativa às autárquicas pelas 22:00, dando lugar ao programa Big Brother.


Por sua vez, a RTP1 “acompanhou até o final da noite todas as movimentações autárquicas, tendo terminado o dia com uma quota de ‘share’ de 9,9% [audiência média de 243 mil]”, sendo que “comparando com o domingo anterior, a estação de televisão pública foi o canal que mais cresceu em ‘share’ de audiência 1,5 pontos percentuais”.


A SIC perdeu 3,0 pontos percentuais e a TVI ganhou 0,3 pontos percentuais face ao domingo anterior.


No que respeita apenas ao período entre as 20:00 e as 02:30, “o cenário muda de figura” e, “aqui, a TVI liderou com um ‘share’ de 20,4%, estando a SIC a 2,9 pontos percentuais, com 17,5%”, refere a Universal McCann.


“A RTP1, verificou neste período uma maior quota de ‘share’ versus total dia, já que atingiu a marca dos 12,6%”, acrescenta.


Entre os canais pagos, “a vitória caiu para a CMTV (‘share’ de 4,6%), que a par dos canais de informação, também emitiu na íntegra todas as movimentações que se fizeram sentir nos mais variados concelhos do país”.


Por canais de informação que dedicaram a maioria do seu conteúdo programático às eleições autárquicas, “a SIC Notícias alcançou um share de 2,5% (+1 p.p. vs. último domingo), TVI24 com 1,4% (+0.5 p.p.) e RTP3 TDT com 1,2% (+0.4 p.p.)”.


Segundo a Universal McCann, “os portugueses dividiram a sua atenção pelos vários conteúdos programáticos emitidos pelos canais portugueses, que deram especial atenção às eleições autárquicas, especialmente a partir ‘do prime-time'”.


A SIC, adianta, “contou com o programa mais visto do dia”, com o Jornal da Noite: Autárquicas 2021 a atingir mais de 2,3 milhões de portugueses, com uma audiência média de cerca de 1,2 milhões de telespetadores e um ‘share’ de 23,1%.


“Seguiu-se a emissão da TVI dedicada às Autárquicas 2021: A Decisão, que também manteve uma performance média superior a um milhão de telespetadores” e fechar o ‘top 3’ dos mais vistos “ficou a emissão de Big Brother — A Revelação, com uma audiência média de um milhão”.


A RTP1 também contou com dois programas entre os 10 mais vistos do dia: Telejornal e Autárquicas 2021: Hora da Decisão mantiveram um ‘share’ de 15%.


Já analisando ao minuto o desempenho dos canais generalistas na noite eleitoral (entre as 20:00 e as 02:30), “infere-se que a SIC e TVI dividiram a liderança em alguns momentos da noite”.


De acordo com a Universal McCann, a SIC “liderou nas primeiras horas, caindo para a segunda posição até ao fecho do dia”.


A TVI saltou para a liderança com a transmissão de Big Brother, isolando-se a partir das 22:30.


“Olhando para a prestação da RTP1, o canal subiu à segunda posição dos mais vistos (dividindo-a em alguns momentos com a SIC) após o término do programa da estação de Paço de Arcos dedicado à noite eleitoral”, salienta.



ALU // EA


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário