04 Outubro 2022, 15:55

Aviões de vários países levam ajuda ao povo de Tonga após erupção vulcânica

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Três aviões australianos com alimentos, água, material médico e equipamento de telecomunicações aterraram hoje em Tonga, a nação do Pacífico afetada por uma erupção vulcânica submarina e um tsunami, anunciou o Governo da Austrália.

Aviões de outras países, incluindo a Nova Zelândia e o Japão, também transportaram ajuda necessária ao povo do reino polinésio, disse o ministro para o Desenvolvimento Internacional e o Pacífico australiano, Zed Seselja, citado pela agência de notícias Associated Press (AP).

A primeira dessas ajudas chegou na quinta-feira, depois de terem sido retiradas da pista principal do aeroporto da capital, Nucualofa, as cinzas resultantes da erupção vulcânica de há uma semana.

A erupção também desencadeou um tsunami no Pacífico que destruiu barcos na Nova Zelândia e causou um derrame de petróleo no Peru.

“Obviamente que é um momento muito, muito difícil para o povo de Tonga”, disse Seselja aos jornalistas em Camberra.

O ministro australiano disse que as informações que tem recebido das equipas de ajuda no terreno é de “muitas pessoas deslocadas”.

Os esforços de limpeza estavam a decorrer sem problemas, com o Governo de Tonga e militares a trabalharem em conjunto, disse Seselja.

Navios dos Estados Unidos e da Grã-Bretanha estão a navegar para Tonga para ajudar as autoridades do reino, ainda segundo o ministro australiano.

A Austrália também enviou um navio da sua Marinha com helicópteros, engenheiros e um hospital de 40 camas.

O navio australiano pode gerar eletricidade e purificar água.

O Japão anunciou que um avião C-130 das suas Forças de Autodefesa chegou hoje a Tonga com três toneladas de água potável, depois de um outro aparelho ter chegado ao país na sexta-feira.

O Ministério da Defesa japonês disse que está prevista a partida de um novo voo no domingo, com equipamento para a limpeza das cinzas vulcânicas.

Três das ilhas mais pequenas de Tonga sofreram danos graves devido às ondas do tsunami, que provocou pelo menos três mortos no reino.

A maioria da população vive na ilha principal de Tongatapu, onde cerca de 50 casas foram destruídas.

Situado no Sudoeste do Pacífico, na Oceânia, o arquipélago de Tonga é formado por 169 ilhas, mas apenas 36 são habitadas.

Os mais de 105.000 habitantes de Tonga são governados por uma das monarquias mais antigas do mundo, atualmente liderada pelo rei Tupou VI.

O reino foi um protetorado inglês entre 1905 e 1970, altura em que aderiu à Commonwealth, uma comunidade de 54 nações do antigo império britânico, com exceção de Moçambique e Ruanda.

Alguns dos países vizinhos de Tonga, como Austrália, Nova Zelândia, Fiji, Papua Nova Guiné, Samoa ou Vanuatu também integram a Commonwealth.

 

Sem comentários

deixar um comentário