05 Fevereiro 2023, 11:51

Bancos da zona euro devolvem antecipadamente 447.485 ME ao BCE

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Frankfurt, Alemanha, 09 dez 2022 (Lusa) – Os bancos comerciais da zona euro vão devolver ao Banco Central Europeu (BCE) um montante adicional de 447.485 milhões de euros em liquidez a taxas de juro baixas a três anos porque a instituição alterou as condições.


O BCE disse hoje que o reembolso antecipado será liquidado em 21 de dezembro.


Este montante vem juntar-se aos quase 300.000 milhões de euros que foram reembolsados antecipadamente em 23 de novembro.


Os bancos comerciais tiveram de notificar o seu banco central nacional até às 17:00 do dia 7 de dezembro, o mais tardar, dos montantes a serem reembolsados antecipadamente.


Estes montantes são vinculativos, uma vez comunicados ao banco central.


Entre setembro de 2019 e dezembro de 2021, o BCE emprestou aos bancos liquidez a três anos a taxas de juro muito baixas, mesmo negativas, para que estes pudessem emprestar rapidamente à economia real, às empresas e às famílias, e assim impulsionar o crescimento económico, especialmente durante a pandemia.


Mas agora quer que os bancos devolvam os empréstimos muito baratos e, para o fazer, agravou as condições das operações.


O BCE começou a aumentar as taxas de juro em julho, aumentou-as novamente em setembro e outubro e deverá voltar a fazê-lo em dezembro.


As taxas de juro do BCE situam-se agora em 2% e a facilidade de depósito, através da qual a instituição remunera os depósitos dos bancos a um dia, em 1,50%.



MC // JNM


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário