05 Julho 2022, 01:00

“Socorro à população está comprometido” em noite de São João, no Porto

Filipa Júlio Administrator

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

“O socorro à população pode estar comprometido” esta noite, no Porto, quando são esperadas milhares de pessoas nas ruas para a celebração do São João, diz o presidente do Sindicato dos Técnicos de Emergência pré-hospitalar (STEPH), Rui Lázaro.

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



“Tivemos conhecimento de que, nas festividades, apenas vai estar uma ambulância do INEM operacional e quatro inoperacionais. Um compromisso efetivo no socorro à população, quando se esperam milhares de pessoas, até porque não há festas há três anos”, reforçou.
O responsável sindical sublinhou ainda que “não existe, este ano, o dispositivo especial, que normalmente era organizado pela Proteção Civil”.
“Contando com as áreas de Gaia, Maia e Gondomar, estarão três ambulâncias disponíveis, mais o dispositivo normal dos bombeiros, que como se sabe tem sido insuficiente”, frisa, para acrescentar: “Certamente, não há dispositivo especial por não haver meios”.

Sem comentários

deixar um comentário