25 Maio 2022, 15:21

BdP decidiu 40 processos de contraordenação e aplicou coimas de 1,7 ME no 4.º trimestre

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Lisboa, 26 jan 2022 (Lusa) – O Banco de Portugal (BdP) decidiu 40 processos de contraordenação no último trimestre do ano passado e aplicou coimas de 1,682 milhões de euros, disse hoje em comunicado.


Segundo o regulador e supervisor bancário, dos 40 processos decididos, 19 diziam respeito a infrações de natureza comportamental, 13 a infrações de natureza prudencial, quatro a infrações a deveres relativos à prevenção do branqueamento de capitais e do financiamento do terrorismo e outros quatro a infrações relacionadas com atividade financeira ilícita.


“No contexto das decisões proferidas foram aplicadas coimas que totalizaram 1.682.000,00 euros (um milhão seiscentos e oitenta e dois mil euros), dos quais 103.750,00 euros (cento e três mil setecentos e cinquenta euros) suspensos na sua execução”, refere o Banco de Portugal.


Ainda nos últimos três meses de 2021, a entidade liderada por Mário Centeno (ex-ministro das Finanças de governos PS, de António Costa) instaurou 92 processos de contraordenação.


No terceiro trimestre, o Banco de Portugal tinha instaurado 56 processos de contraordenação e instaurado outros 44 processos que envolveram a aplicação de coimas de cerca de 1,58 milhões de euros.



IM // CSJ


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário