02 Agosto 2022, 21:25

Beja investe 15,1 ME na modernização de área empresarial

mundoatual AdministratorKeymaster

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

A Câmara de Beja vai modernizar a Zona de Acolhimento Empresarial Norte (ZAEN) para a tornar numa área de “nova geração”, num investimento estimado em 15,1 milhões de euros.

O investimento na modernização da ZAEN vai ser financiado “quase a 100%” pelo PRR para torná-la “numa área de acolhimento empresarial de nova geração em termos de energia e de comunicações”.

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



O projeto, segundo a autarquia, prevê a instalação de várias infraestruturas e equipamentos, como uma central solar fotovoltaica de sete hectares para produção de energia, um posto de abastecimento de hidrogénio e cobertura com soluções de telecomunicações 5G, “o que vai contribuir para reduzir substancialmente a fatura energética das empresas beneficiárias e, a médio prazo, torná-las mais competitivas”.

“A ZAEN de Beja é uma das 10 áreas empresariais que vão beneficiar de um investimento de 110 milhões de euros aprovados no âmbito do PRR para áreas de acolhimento empresarial de nova geração, graças a candidaturas apresentadas pelos respetivos Municípios”, pode ler-se no comunicado.

Sem comentários

deixar um comentário