13 Maio 2022, 22:46

Benfica quer “fazer história” e sagrar-se campeão feminino na Luz ante o Sporting

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

A treinadora Filipa Patão assinalou hoje que o Benfica dispõe de “uma grande oportunidade de fazer história” e sagrar-se campeão de futebol feminino no domingo, frente ao rival Sporting, num palco privilegiado: o Estádio da Luz.

“Nós, benfiquistas, sabemos qual é a importância de disputar um dérbi com o Sporting no Estádio da Luz. (…) Temos uma grande oportunidade de fazer história e sermos campeãs”, disse Filipa Patão, em conferência de imprensa, no estádio onde se disputará o dérbi de domingo, com início às 16h00.

A equipa «encarnada», campeã em exercício, dispõe de seis pontos de vantagem sobre o Sporting, segundo classificado, pelo que lhe basta um empate para revalidar o título, uma vez que ficarão a faltar duas jornadas para o fim da fase de apuramento do campeão e tem vantagem no confronto direto com os ‘leões’, por ter vencido por 1-0 na primeira volta.

“É um sonho que pode tornar-se realidade. (…) Vai ser num campo diferente, mas há uma coisa que será igual, que é a nossa vontade em alcançar mais uma vitória”, advertiu Filipa Patão, lembrando que para o Sporting “é o jogo do tudo ou nada”, pelo que espera um adversário “na máxima força e com muita ambição”.

A treinadora, de 33 anos, notou que as duas equipas “conhecem-se extremamente bem”, considerando que o “controlo emocional” será o fator de desequilíbrio, exemplificando com o jogo das meias-finais da Liga dos Campeões entre Real Madrid e Manchester City, que os espanhóis venceram por 3-1, após prolongamento, depois de terem chegado aos 89 minutos em desvantagem.

“Independentemente do que acontecer neste fim de semana, felizmente, teremos mais uma vida. Este é uma de três finais, por isso, a pressão está do lado do Sporting”, considerou Filipa Patão, em referência às duas últimas jornadas, nas quais o Benfica defrontará o Famalicão e Vilaverdense.

A técnica recordou que a equipa masculina também disputa “um encontro muito importante”, no dia anterior, frente ao FC Porto, que tem a possibilidade de se sagrar campeão em pleno Estádio da Luz: “Estamos com eles. Além disso, neste fim de semana, há finais de várias modalidades. Tudo é Benfica e somos um só.”

Filipa Patão defendeu que “vale a pena apostar no futebol feminino”, no qual “há cada vez mais espetáculo e a tentativa de proporcionar aos adeptos a beleza do jogo”, apelando a que os benfiquistas “mostrem à direção e ao clube que querem estar com a equipa a festejar campeonatos”.

A avançada internacional canadiana Cloé Lacasse destacou a “incrível oportunidade” de disputar o dérbi lisboeta num “ambiente perfeito”, que contribui para “permitir ao futebol feminino dar passos em frente” para a sua afirmação.

“Sabemos quais são as nossas forças e o que temos de fazer para ganhar. Terá um gosto especial conquistar o título frente a um rival. E não podíamos pedir um cenário melhor, o Estádio da Luz”, sustentou a jogadora, de 28 anos.

Sem comentários

deixar um comentário