11 Agosto 2022, 07:50

‘Bis’ de Lewandowski dá liderança isolada ao Bayern Munique na Alemanha

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Redação, 19 dez 2020 (Lusa) — Um golo do polaco Robert Lewandowski em tempo de compensação, já após ter feito o primeiro do Bayern Munique no campo do Bayer Leverkusen, deu hoje aos bávaros a vitória (2-1) e a liderança isolada da liga alemã.


O conjunto treinado por Hans-Dieter Flick é, agora, o novo líder isolado da ‘Bundesliga’, com 30 pontos, mais dois do que os farmacêuticos e do que o Leipzig, que nesta 13.ª jornada consentiu uma igualdade sem golos na receção ao Colónia.


O momento que decidiu o encontro estava reservado para o período de ‘descontos’ do segundo tempo, ainda que o ‘artilheiro’ polaco tenha contado com a ajuda do central Jonathan Tah, assistindo o avançado para bater Hradecky, aos 90+3 minutos.


No primeiro tempo, um pontapé de pé esquerdo, sem deixar a bola cair no relvado, do avançado checo Patrick Shick, quando decorria o minuto 14, tinha colocado os farmacêuticos na frente, até que apareceu em jogo o melhor jogador do mundo para a FIFA, a fazer jus ao estatuto.


Lewandowski repôs a igualdade a dois minutos do intervalo, aproveitando a falha de comunicação entre o guardião Hradecky e do azarado Tah, para cabecear sem oposição.


O Borussia Mönchengladbach estava bem encaminhado para voltar aos triunfos, contudo, Kramaric (75) e Ryan Sessegnon (86) operaram a reviravolta no Borrusia Park para o Hoffenheim, depois do capitão e melhor marcador do ‘gladbach’, Lars Stindl, que na sexta-feira renovou contrato, ter inaugurado o marcador, de penálti (34).


O encontro ficou marcado pelo comportamento do internacional francês Marcus Thuran, que recebeu o cartão vermelho direto ao minuto 79, por cuspir na cara do defesa Stefan Posch, arriscando uma longa suspensão.


Um golo na própria baliza de Framberger e um outro de Ilsanker deram a vitória (2-0) ao Eintracht Frankfurt, que teve o internacional português André Silva no reduto do Augsburgo até ao minuto 77.


Ainda sem o lesionado Gonçalo Paciência, o Schalke 04, que na sexta-feira despediu o treinador Manuel Baum e fez regressar temporariamente o holandês Huub Stevens ao comando técnico, continua a viver um calvário a nível de resultados e, desta vez, foi derrotado (1-0) em casa pelo recém-promovido Arminia Bielefeld.


Com vida igualmente complicada na prova está o Mainz, no 17.º lugar, depois do tento solitário anotado pelo jovem avançado Dinkci, ao minuto 90, ter garantindo o regresso às vitórias do Werder Bremen, 10 jogos oficiais depois.



AJC // RPC


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário