27 Janeiro 2022, 23:11

Boavista quer “iniciar bem o ano” em casa e vencer o Tondela

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Porto, 07 jan 2021 (Lusa) — O treinador do Boavista disse hoje que quer vencer no sábado o Tondela, para a 17.ª jornada da I Liga de futebol, para “iniciar bem o ano” e assinalar da melhor maneira o jogo 200 da sua carreira.


Na antevisão desse jogo, Petit destacou que o Tondela é “uma equipa que ganha ou perde (não tem empates), está num ciclo negativo, com apenas uma vitória no último jogo em casa, com o Moreirense”.


Apesar disso, o técnico considera que o próximo adversário ‘axadrezado’ tem qualidade e, tendo o seu plantel completo, cria dificuldades aos seus adversários.


Petit referiu ainda que o Tondela “joga muito bem em posse, tem jogadores rápidos na frente e boas dinâmicas” e acrescentou haver algum desconhecimento sobre o adversário, que “tem jogadores com covid e outros lesionados”.


“O nosso foco também passa muito pelas nossas ideias e pelo que é o nosso jogo, para estarmos prontos, darmos uma boa resposta e iniciar bem o ano com uma vitória em casa, perante os nossos adeptos. É esse o objetivo, para dar continuidade ao bom momento”, completou.


O Boavista vem de um empate moralizador diante do Guimarães (1-1), e em casa deste velho rival.


Petit fará o seu jogo 200 como treinador: “É uma marca muito boa aos 45 anos, fruto do meu crescimento, do meu trabalho e da oportunidade também que o Boavista me deu.


O técnico, que agradeceu ainda aos jogadores com quem trabalhou, tanto no Boavista como nos outros cinco clubes por onde passou, pretende assinalar este marco, “se possível, com uma vitória” diante do Tondela, porque seria “fundamental para os objetivos” ‘axadrezados’.


“Estou mais experiente e sou um treinador diferente de quando iniciei a minha carreira no Boavista”, na temporada 2012/13, quando os ‘axadrezados’ militavam ainda no escalão secundário do futebol português.


Petit considera que o Boavista é uma equipa mais “solta e com alegria” desde que foi anunciado como novo técnico, no dia 30 de novembro de 2021, em substituição de João Pedro Sousa.


O defesa-central equatoriano Jackson Poroso tem convi-19 e por isso não é opção para este jogo com o Tondela, tal como o médio Javi Garcia, ainda a recuperar de uma lesão.


Outra ausência no Boavista é a do atacante Yusupha Njie, que foi convocado para representar o seu país, a Gâmbia, na próxima edição da Taça das Nações Africanas (CAN), que começa já no domingo.


O encontro entre o Boavista, 11.º classificado, com 16 pontos, e o Tondela, 13.º, com menos um ponto, a contar para a 17.ª jornada, disputa-se pelas 20:30 de sábado, no Estádio do Bessa, no Porto, com arbitragem de Miguel Nogueira, da associação de Lisboa.



AYM // VR


Lusa/fim

Sem comentários

deixar um comentário