13 Setembro 2022, 14:11

Bolsas asiáticas em alta após Fed dizer que pode subir ainda mais taxas de juros

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Pequim, 07 jul 2022 (Lusa) — As bolsas de valores asiáticas abriram hoje em alta, após a Reserva Federal norte-americana (Fed) ter sinalizado que poderão ser necessárias taxas de juros muito mais altas se a inflação persistir.


Os mercados de Xangai (mais 0,51%), Tóquio (mais 1,26%), Seul (mais 2%), Sydney (mais 0,28%) e do sudeste asiático começaram a sessão em tendência de subida, ao contrário de Hong Kong e da Nova Zelândia, onde as ações estavam em baixa.


“As ações subiram porque os preços descontrolados das matérias-primas e do petróleo estão a cair”, disse Stephen Innes, da SPI Asset Management.


“Ambos são os alvos críticos que a política da Fed foi projetada para controlar; portanto, a expectativa de inflação está sob controlo,” acrescentou.


O preço do petróleo caiu mais de 1 dólar por barril nos Estados Unidos, ficando abaixo de 100 dólares (98 euros), pela primeira vez desde o início de maio.


A bolsa de Nova Iorque, conhecida como Wall Street, também já tinha encerrado em alta na quarta-feira, com o índice seletivo Dow Jones Industrial Average a valorizar 0,23%, o tecnológico Nasdaq a progredir 0,35% e o alargado S&P500 a ganhar 0,36%.


Segundo as atas da última reunião, divulgadas na quarta-feira, os membros do Comité Federal de Mercado Aberto da Fed reconheceram que aumentos das taxas de juro serão necessários para desacelerar os aumentos de preços com vista à meta anual de 2%.


Após a reunião do mês passado, a Fed anunciou um aumento de 75 pontos base para um intervalo de 1,5% a 1,75%, o terceiro aumento desde março e o maior desde 1994.


Apesar dos peritos reconhecerem que aumentos das taxas de juro podem enfraquecer a economia, a Fed tem vindo a intensificar o esforço para restringir o crédito, com a inflação a subir para máximos de quatro décadas de 8,6%.



VQ (AAT)// CAD


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário