05 Dezembro 2021, 00:05

Bolsas europeias em baixa, com gigante chinês Evergrande a cair 10,5%

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Lisboa, 21 out 2021 (Lusa) — As principais bolsas europeias negociavam hoje em baixa, a seguir a tendência da Ásia, onde as ações do gigante imobiliário chinês Evergrande voltaram hoje à cotação, depois de duas semanas de suspensão, e registavam uma queda de 10,5%.


Cerca das 08:40 em Lisboa, o EuroStoxx 600 recuava 0,28% para 468,77 pontos.


As bolsas de Londres, Paris e Frankfurt desciam 0,41%, 0,22% e 0,35%, bem como as de Madrid e Milão que se desvalorizavam 0,68% e 0,47%, respetivamente.


Depois de abrir em baixa, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência, estando cerca das 08:40, o principal índice, o PSI20, a recuar 0,11% para 5.755,65 pontos.


As ações da Evergrande, admitidas hoje à cotação depois de duas semanas de suspensão, estavam a desvalorizar-se 10,5% após a rutura das negociações para a venda de uma importante subsidiária.


Entretanto, os mercados europeus mantêm os receios de um crescimento económico mais moderado e de um aumento persistente da inflação, provocado pelo encarecimento da energia.


A bolsa de Nova Iorque terminou mista na quarta-feira, com o Dow Jones a subir 0,43% para 35.609,34 pontos, contra o atual máximo desde que foi criado em 1896, de 35.625,40 pontos, verificado em 16 de agosto.


Em sentido contrário, o Nasdaq fechou a desvalorizar-se 0,05% para 15.121,68 pontos, contra o atual máximo de 15.374,33 pontos registado em 07 de setembro.


A nível cambial, o euro abriu em baixa no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,1640 dólares, contra 1,1656 dólares na quarta-feira e o atual máximo desde maio de 2018, de 1,2300 dólares, em 05 de janeiro.


O barril de petróleo Brent para entrega em dezembro abriu em baixa no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, mas a cotar-se a 85,17 dólares, contra 85,82 dólares na quarta-feira, um máximo desde outubro de 2018.



MC // SB


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário