13 Setembro 2022, 19:02

Bruno Coelho e Zicky, infetados, falham início da preparação para o Euro2022 de futsal

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Oeiras, Lisboa, 05 jan 2022 (Lusa) — Bruno Coelho e Zicky Tê falharam hoje o arranque da preparação da seleção portuguesa de futsal para o Campeonato da Europa, por estarem infetados com o coronavírus, informou a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).


Face a esta situação, os dois jogadores apenas “vão integrar os trabalhos da equipa das quinas durante a segunda fase de preparação, que arranca a 11 de janeiro em Rio Maior”, sendo que o ala do Nápoles “encontra-se a recuperar em solo italiano”, referiu o organismo, através do site oficial.


A formação comandada por Jorge Braz concentrou-se hoje na Cidade do Futebol, em Oeiras, antes de efetuar aquele que será o primeiro treino da seleção nacional, no pavilhão dos Leões de Porto Salvo e que marca o início da preparação dos campeões europeus e mundiais para o Euro2022, que se realizará nos Países Baixos.


Em declarações ao site da FPF, o internacional português Tomás Paçó, um dos integrantes da equipa que venceu o último Mundial da modalidade, assumiu que o deslumbramento motivado por essa conquista já passou e assumiu que Portugal é um “candidato” a vencer o Europeu.


“Somos mais uns candidatos a ganhar. Estivemos lá em cima no topo da montanha, mas agora voltámos a descê-la e temos de a subir outra vez, passo a passo, para fazermos aquilo que está nos nossos objetivos. Acho que vai ser difícil, vai ser muito parecido ao Mundial, mas estou muito confiante, porque a nossa equipa tem muita qualidade e sabemos muito bem ao que vamos”, afirmou o jogador do Sporting.


De resto, o fixo luso, de 21 anos, apontou um dos segredos para o sucesso da seleção nacional neste tipo de competições: “Acho que um dos nossos pontos fortes é encararmos cada jogo como se fosse uma final, como se fosse o último jogo e acho que esse é o segredo da nossa equipa.”


O Europeu2022 de futsal disputa-se em Amesterdão e Groningen, nos Países Baixos, de 19 de janeiro a 06 de fevereiro, com 16 seleções divididas em quatro grupos. Os dois primeiros classificados de cada grupo qualificam-se para os quartos de final.


Portugal, que venceu a última edição da prova, em 2018, na Eslovénia, está integrado no Grupo A, juntamente com os anfitriões, a Sérvia e a Ucrânia, tendo estreia marcada para 19 de janeiro, diante dos sérvios, antes de defrontar Países Baixos, em 23, e Ucrânia, em 28.



MO (DYRP) // NFO


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário