14 Novembro 2022, 08:41

Burna Boy, Nenny e Piruka mantêm-se no cartaz do Summer Fest em 2022 na Ericeira

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Lisboa, 15 nov 2021 (Lusa) – Burna Boy, Nenny, Piruka e o espetáculo de hip-hop nacional “Eixo Norte-Sul” integram a próxima edição do festival Summer Fest 2022, em julho na Ericeira, revelou hoje a organização.


Todos eles tinham atuações previstas para a edição deste ano do festival, mas transitam para o cartaz de 2022, já que o Sumol Summer Fest deste verão foi adiado por causa da pandemia de covid-19.


Em junho passado, três semanas antes do festival, a promotora anunciou que não tinha condições para o realizar por, na altura, não terem sido conhecidas atempadamente “as regras para a realização de grandes eventos”.


Assim, a 12.ª edição do Summer Fest decorrerá no Ericeira Camping, concelho de Mafra, nos dias 01 e 02 de julho de 2022.


A organização anunciou hoje que para 2022 estão confirmadas as atuações do músico nigeriano Burna Boy, dos portugueses Piruka e Nenny e do concerto “Eixo Norte-Sul”, que juntará vários nomes do hip-hop nacional, nomeadamente Mundo Segundo, Maze, Ace, Deau, Virtus, XEG, Chullage, Sir Scratch e Kappa Jotta.


O festival contará ainda com os músicos T-Rex, Lon3r Johny, Mobbers, Phoenix RDC e RIOT.


Após praticamente dois anos sem os habituais festivais de música no modelo ‘pré-pandemia’, antevê-se um ano de 2022 de regresso à ‘normalidade’.


Em outubro, as salas de espetáculos e de cinema voltaram a poder ter ocupação a 100%, “com lugares sentados e/ou em pé”, segundo a orientação da Direção-Geral da Saúde (DGS) relativa à utilização de equipamentos culturais.


Entre abril e maio foram realizados quatro eventos-piloto em Braga, Coimbra e Lisboa, com plateia sentada e em pé, e com a realização prévia de testes de diagnóstico, gratuitos, aos espectadores, em colaboração com a Cruz Vermelha Portuguesa.


O objetivo destes eventos era definir, segundo o Governo, “novas orientações técnicas e a realização de testes de diagnóstico de SARS-CoV-2 para a realização de espetáculos e festivais”.


As conclusões dos quatro eventos-piloto ainda não foram divulgadas.



SS (JRS) // TDI


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário