10 Agosto 2022, 15:06

Câmara de Gaia reduz 50% a taxa turística para estadias em parques de campismo

© AMÂNDIA QUEIRÓS | MUNDO ATUAL
LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Os utilizadores de parques de campismo e caravanismo de Vila Nova de Gaia vão passar a pagar metade da Taxa de Cidade, conhecida como taxa turística, conforme proposta que é votada na segunda-feira em reunião camarária.

“Atenta à especificidade destes empreendimentos turísticos, nos quais o valor da taxa de cidade é muito próximo ou quase coincide com o preço da diária habitualmente cobrado aos campistas, entende-se, por razões de proporcionalidade, desagravar a mesma em 50%”, refere a proposta.

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



Na prática isto significa que, se a proposta merecer aprovação, os utilizadores dos parques de campismo e de caravanismo instalados em Gaia vão pagar metade do atualmente em vigor.

Excetuam-se estadias em instalações como ‘bungalows’, ‘mobile homes’ ou no modelo ‘glamping’.

Sobre a Taxa de Cidade de Vila Nova de Gaia, em janeiro de 2020 o presidente da autarquia, Eduardo Vítor Rodrigues, anunciou que ia “lançar fiscalização” ao alojamento local.

O anúncio foi feito após o autarca comentar que a taxa em causa tinha rendido 1,2 milhões de euros em 2019, menos de metade da expectativa.

Em Vila Nova de Gaia, a Taxa de Cidade implica o pagamento de dois euros por dormida na época alta, ou seja, entre 01 de abril e 30 de setembro, e metade na época baixa, o que corresponde ao período entre 01 de outubro e 31 de março.

O regulamento não inclui distinção entre alojamento local ou hotel.

A Taxa de Cidade de Vila Nova de Gaia foi aprovada por unanimidade em reunião camarária a 03 de setembro de 2018 e o regulamento sobre este imposto foi publicado em Diário da República (DR) a 22 de outubro do mesmo ano.

Agora que chegou aqui…

Ao longo do último ano, o MUNDO ATUAL tem conquistado cada vez mais leitores.
Nunca quisemos limitar o acesso aos nossos conteúdos, ao contrário do que fazem outros órgãos de comunicação, e mantivemos sempre todas as notícias, reportagens e entrevistas abertas para que todos as pudessem ler.
Mas precisamos do seu apoio. Para que possamos, diariamente, continuar a oferecer-lhe a melhor informação, não só nacional como local, assim como para podermos fazer mais reportagens e entrevistas do seu interesse.
O MUNDO ATUAL é um órgão de comunicação social independente e isento. E acreditamos que para que possamos continuar o nosso caminho, que tem sido de sucesso e de reconhecimento, é importante que nos possa ajudar neste caminho que iniciámos há um ano.
Desta forma, por tão pouco, com apenas 1€, pode apoiar o MUNDO ATUAL.

Obrigado!

Sem comentários

deixar um comentário