20 Agosto 2022, 03:28

Câmara de Valongo apoia IPPSS com 50 mil euros

mundoatual AdministratorKeymaster

Reconhecemos e agradecemos o papel que as entidades do setor social e solidário assumiram neste contexto. As IPSS são um pilar fundamental no suporte e apoio a todos aqueles que se encontram em situação de vulnerabilidade, dando uma resposta de proximidade às situações de carência.

A Câmara de Valongo atribuiu um apoio de 50 mil euros às IPPS do concelho para reforçar a capacidade de resposta destas instituições que prestam apoio à população, no âmbito da Covid-19.

“Reconhecemos e agradecemos o papel que as entidades do setor social e solidário assumiram neste contexto. As IPSS são um pilar fundamental no suporte e apoio a todos aqueles que se encontram em situação de vulnerabilidade, dando uma resposta de proximidade às situações de carência”, frisou José Manuel Ribeiro, na cerimónia de entrega dos apoios, que se realizou no Fórum Cultural de Ermesinde.

As IPSS que receberam este apoio financeiro da autarquia foram: Associação de Socorros Mútuos e Fúnebres de Valongo; Casa do Povo de Ermesinde; Centro Social e Paroquial de Alfena; Centro Social e Paroquial de Sobrado; Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Valongo; Instituto do Bom Pastor Haurietis Aquas; Centro Social de Ermesinde; Associação Viver Alfena e Associação de Promoção Social e Cultural de Ermesinde.

 

_______________

Obras para eliminação de amianto na Escola de S. Lourenço

Entretanto, a autarquia informou que já começaram as obras de substituição da cobertura em fibrocimento do Pavilhão Desportivo da Escola Preparatória de S. Lourenço, em Ermesinde.

“Demos mais um passo para garantir que não há amianto em nenhuma das nossas escolas, desde os jardins de infância às secundárias. Neste ciclo governativo, substituímos todas as coberturas de fibrocimento das nossas escolas, tenham ou não amianto, inclusive naquelas que até há bem pouco tempo não eram da nossa responsabilidade direta. Só falta concluir esta obra na EB23 de São Lourenço, em Ermesinde, e começar a da EB Vallis Longus, em Valongo, que deve avançar dentro de três meses”, indicou o autarca José Manuel Ribeiro.

Sem comentários

deixar um comentário