09 Setembro 2022, 06:33

Candidato do BE no Marco de Canaveses quer uma autarquia mais transparente

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

O candidato do Bloco de Esquerda (BE), Nuno Leite, à Câmara do Marco de Canaveses defendeu hoje que a autarquia devia ser “um exemplo no combate à corrupção” e “transparente em tudo o que faz”.

“De facto, não tem conseguido ser transparente”, acrescentou, em declarações.

O candidato, de 40 anos, repete a candidatura de 2017 com um projeto político que, sublinha, teve quatro anos para se consolidar e que é hoje “mais consistente”.

Recorda que o núcleo do Bloco de Esquerda de Marco de Canaveses é uma das forças políticas mais recentes do concelho, que se apresentou pela primeira vez aos eleitores no anterior sufrágio autárquico.

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



“Aquele primeiro projeto era ainda pequeno e não tinha o desenvolvimento e crescimento que hoje tem”, afirmou, acrescentando que, graças à primeira candidatura, “a democracia chegou, finalmente, ao Marco”, porque, “não havia um debate sobre os problemas do concelho e as formas de os resolver”.

“Preocupamo-nos sempre em discutir os problemas e não os «fait-divers» da política. Tentamos sempre dar a imagem que somos um partido sério e com projetos definidos. Criticamos, fazemos propostas e temos alternativas para aquilo que achamos que é o melhor a fazer”, considerou Nuno Leite.

O candidato explicou que o seu projeto para as eleições se baseia em cinco pilares, nomeadamente na resposta à crise social e económica criada pela pandemia, na garantia ao direito à habitação, na luta pelo clima e pela mobilidade, no combate às desigualdades sociais e “defender a democracia, maior transparência e combater a corrupção”.

“Temos problemas graves neste concelho, principalmente ambientais, que têm que ser resolvidos, nomeadamente descargas ilegais nos nossos rios e a construção de matadouros e de explorações pecuárias perto de habitações, que criam falta de condições aos habitantes”, anotou Nuno Leite.

Sem comentários

deixar um comentário