06 Dezembro 2022, 01:25

Candidato do PSD em Paços de Ferreira quer maior participação dos cidadãos

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

O candidato do PSD à Câmara de Paços de Ferreira e atual presidente da junta da sede do concelho defende que o município gerido pelo PS “precisa de uma forma diferente de política assente na participação dos cidadãos”.

“O concelho precisa de um novo rumo, que seja assente numa forma diferente de fazer política, que se afaste do totalitarismo e que traga de novo a participação da comunidade, dos concidadãos, na construção do futuro coletivo que se caracterize por uma nova atitude”, afirmou Alexandre Costa.



Alexandre Costa, de 51 anos, é empresário em várias áreas de negócio, lidera a concelhia do PSD desde setembro e é presidente da Junta de Freguesia de Paços de Ferreira desde as autárquicas de 2013.

Afirmando ser “uma grande honra” protagonizar uma candidatura à Câmara de Paços de Ferreira, no distrito do Porto, sublinhou que se trata, também, de “uma grande responsabilidade”, não “faltando motivação”.

“Pretendo chamar toda a nossa comunidade para esta candidatura”, acentuou, acrescentando: “Quero fazer parte do progresso, presente e futuro do concelho. Há algumas linhas mestras que nos movem nesta candidatura, porque consideramos que Paços de Ferreira tem um potencial que não está a ser aproveitado”.

O candidato disse que os setores da água, urbanismo, mobilidade e ambiente constituem as prioridades do seu programa eleitoral.

Ao nível cultural, anotou depois, tem havido “uma razia no concelho”, acrescentando ser necessário “fazer mais pelos jovens, potenciar a participação no serviço público e apoiar a fixação no concelho”.

A Câmara de Paços de Ferreira é gerida por Humberto Brito (PS) desde as autárquicas de 2013, após vários mandatos de gestão do PSD.

Os socialistas têm cinco mandatos no executivo e os social-democratas dois.

A recandidatura do atual presidente do município foi aprovada pelos órgãos locais e distritais do PS.

O partido Chega também já anunciou que a sua candidatura à câmara será liderada pela advogada Cátia Rafaela dos Santos.

De acordo com a lei, as eleições autárquicas decorrem entre setembro e outubro, mas a data ainda não está marcada.

Tags

Sem comentários

deixar um comentário