13 Setembro 2022, 09:04

Canidelo promove “o bem-estar e a segurança da população” através do programa «Apoio Covid-19»

mundoatual AdministratorKeymaster

Temos muitos pedidos a chegar todas as semanas e muitos deles são de população jovem afetada pela crise e de homens que vivem sozinhos. A pandemia trouxe uma desorganização e falta de suporte, porque as famílias estão também mais distantes. Antes de a Covid-19 invadir as nossas vidas, já trabalhamos com dezenas de pessoas e agora trabalhamos com mais. Estas novas famílias tinham a vida organizada e perderam quase tudo.

.A Junta de Freguesia de Canidelo tem no terreno um programa denominado de «Apoio Covid-19» que foi criado em parceria com o Município de Gaia.

O principal objetivo desta iniciativa é suprimir as necessidades existentes, em tempos de pandemia que obrigam a que a população fique o máximo de tempo em casa, como explicou em declarações ao Mundo Atual, a presidente, Maria José Gamboa.

“O apoio que a Junta tem é comum a todas as freguesias de Vila Nova de Gaia. Aderimos ao projeto com o município na entrega de refeições a idosos, famílias com dificuldades económicas e que se encontrem em isolamento. O nosso grande compromisso é dar suporte a toda a gente que dele necessite. A nossa ajuda é importante para que entendem que têm mesmo de ficar em casa nesta altura tão difícil”, contou a presidente de Junta de Freguesia.

Os bens alimentares e outros produtos, como medicamentos, são entregues em casa de quem os solicitou, através da ajuda de funcionários da Junta de Freguesia, dos Bombeiros Voluntários de Coimbrões e dos voluntários com base no programa municipal, a funcionar em Canidelo.

“Este projeto foi fundamental para as pessoas que começaram a ter dificuldades de mobilidade e serve também como resposta à pandemia e ao apelo «recolha-se, fique em casa». A Junta de Freguesia orgulha-se desta iniciativa que promove, essencialmente, o bem-estar e a segurança da população”, salienta Maria José Gamboa.

As informações referentes ao «Apoio Covid-19» têm sido partilhadas, ao longo dos últimos meses, através da página da rede social Facebook e dos serviços sociais da Junta de Canidelo. Alguns dos canidelenses que aderiram a este apoio foram também encaminhados pelos serviços de saúde da freguesia.

A presidente de Junta de Freguesia garantiu que os pedidos não param de chegar e são cada vez mais as famílias que procuram ajuda neste momento difícil.

“Temos muitos pedidos a chegar todas as semanas e muitos deles são de população jovem afetada pela crise e de homens que vivem sozinhos. A pandemia trouxe uma desorganização e falta de suporte, porque as famílias estão também mais distantes. Antes de a Covid-19 invadir as nossas vidas, já trabalhamos com dezenas de pessoas e agora trabalhamos com mais. Estas novas famílias tinham a vida organizada e perderam quase tudo”, revela a presidente.

“Existe um grupo de gaienses que estão em situação de carência económica e a esses tentámos oferecer tudo que precisam para resolver a crise, como o apoio ao arrendamento através do programa municipal, auxílio no pagamento de contas da água e luz, entre outros”, terminou.

 

Sem comentários

deixar um comentário