14 Maio 2022, 17:31

Carlos Carvalhal solidário com Paulo Sérgio, garante Braga “sério” até ao fim

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Braga, 29 abr 2022 (Lusa) — O treinador Carlos Carvalhal solidarizou-se hoje com o técnico do Portimonense, Paulo Sérgio, deixando críticas implícitas ao Conselho de Disciplina da Federação, e prometeu um Sporting de Braga “sério” até ao fim da I Liga de futebol.


O treinador bracarense começou a conferência de imprensa de antevisão da deslocação ao terreno do Belenenses SAD, sábado, da 32.ª jornada, referindo-se à abertura do processo pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol ao Portimonense.


O processo de inquérito que visa o “apuramento de factualidade relacionado com eventual apresentação de equipa inferior” no jogo no ‘Dragão’, em que o FC Porto goleou os algarvios por 7-0, na 30.ª jornada.


“Quero deixar uma palavra de solidariedade ao meu colega Paulo Sérgio, uma palavra de solidariedade pelos acontecimentos recentes e lançar um repto a quem fez o processo que também devia avaliar o nosso jogo em Arouca, em que jogámos com sete jogadores da formação. No entendimento dos grandes especialistas que temos em Portugal, não jogámos com a equipa mais forte, se calhar valia a pena investigar esse jogo, que ganhámos por 6-0, porque pode ser considerada uma equipa fraca”, disse.


Sobre o desafio com o Belenenses SAD, referiu que o Sporting de Braga será “sério até ao fim”.


“Vamos jogar com seriedade e para vencer, a grandeza do Sporting de Braga assim o exige e este jogo não vai ser exceção. O adversário luta pela vida e, quando assim é, as equipas correm e aplicam-se mais que o normal. O Belenenses SAD subiu muito nas últimas jornadas, o meu colega [Franclim Carvalho] fez um excelente trabalho, a equipa mudou de sistema e de dinâmicas, tem tido melhores resultados e aumentaram os níveis de dificuldades em relação ao Belenenses SAD”, analisou.


Carlos Carvalhal quer o Sporting de Braga “à altura” do desafio diante de um adversário que, apesar de último classificado, tem mais triunfos em casa que nove equipas e os mesmos que Gil Vicente e Paços de Ferreira — só seis têm mais vitórias no seu reduto.


“Temos os mesmos pontos que o ano passado e queremos superar esse número a curto prazo, é um dos objetivos”, disse ainda.


Sobre o seu futuro, Carlos Carvalhal repetiu que “nada se alterou” e questionado sobre se continuar em Braga é uma possibilidade disse nada ter a acrescentar.


“No final da época, eu e o Sporting de Braga vamos falar e logo se vê o que resulta disso”, frisou.


Carlos Carvalhal revelou que o guarda-redes Matheus, único totalista da equipa, está em dúvida para o jogo de sábado “em função de algum risco de agravamento de uma dor que tem”.


“Avançará o Tiago Sá, em quem temos total confiança, um grande profissional, super bracarense, um jogador de balneário, daqueles que gostaria de ter em todas as minhas equipas”, disse.


O treinador referiu que, “se tudo correr bem, Matheus regressará com o Arouca e, em Famalicão [na última jornada] em princípio jogará o Hornicek”.


“Mas, isso não significa que vamos facilitar absolutamente nada, mas apenas a ser justos com todos”, disse.


Carlos Carvalhal frisou que “Matheus fez uma época absolutamente fantástica”, deixando ainda elogios a Tiago Sá e aos mais jovens Hornicek e Bernardo, assim como a Eduardo, “que se revelou um treinador de guarda-redes de elevadíssimo nível”.


Com a posição já definida, o quarto lugar, e a três jornadas do fim, Carlos Carvalhal notou que pode fazer mais estreias de jovens, mas não para “colecionar”.


“Só com o Berna e o Edu, que estão no Braga desde os seis anos, é que se deu essa possibilidade de se estrearem na equipa principal, todos os outros foram por necessidade da equipa e para o crescimento dos jogadores”, disse.


Iuri Medeiros falhou o jogo com o FC Porto devido a lesão (entorne no tornozelo, duas a três semanas de recuperação) e, segundo o técnico, não deverá voltar a jogar mais esta temporada.


“Não por ter uma lesão muito grande, mas para debelar uma dor que o apoquenta. Tendo em conta que o nosso lugar está completamente definido, não vale a pena forçar e não vamos correr riscos”, disse.


Diogo Leite está de volta às opções depois de falhar o jogo com o FC Porto, por ser emprestado pelos ‘dragões’, e Sequeira e Roger continuam a recuperar de lesões.


Sporting de Braga, quarto classificado, com 59 pontos, e Belenenses SAD, 18.º e último, com 25, defrontam-se a partir das 21:00 de sábado, no Estádio Nacional, em Oeiras, jogo que será arbitrado por André Narciso, da associação de Setúbal



GYS // AJO


Lusa/Fim.


 


 


 

Sem comentários

deixar um comentário