24 Novembro 2022, 15:42

Censos2021: Nisa, em Portalegre, perde mais de um quinto da população em 10 anos

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Portalegre, 24 nov 2022 (Lusa) — O concelho de Nisa, no distrito de Portalegre, perdeu mais de um quinto da sua população, nos últimos 10 anos, num total de quase 1.500 pessoas, revelam os dados definitivos dos Censos 2021.


Num distrito em que todos os 15 concelhos recuaram no número de residentes, segundo os resultados finais do estudo, o de Nisa foi o que registou a maior percentagem de decréscimo populacional, com uma quebra de 20,2%.


Este concelho raiano, segundo os dados dos Censos 2021 agora divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), passou de uma população de 7.450 pessoas, nos Censos de 2011, para 5.952, em 2021, pelo que a diminuição, neste período, foi de 1.498 pessoas.


Já Portalegre, o concelho da capital de distrito e o mais populoso, foi o que perdeu mais pessoas em termos absolutos, com menos 2.590 habitantes, pois passou de uma população de 24.930, em 2011, para 22.340, em 2021, o que corresponde a -10,4%.


No total do distrito, a quebra populacional foi de 11,5%, já que vivem nos 15 concelhos que o compõem 104.923 pessoas, quando, em 2011, eram 118.506, o que significa que houve um recuo de 13.583 habitantes.


Apesar de também registar uma diminuição da população, o concelho de Campo Maior foi o que, ainda assim, registou uma menor percentagem de quebra populacional (-4,9%), porque transitou de 8.456 habitantes, em 2011, para 8.042, em 2021.


Seguem-se, neste ‘ranking’ dos que tiveram menores quebras, os concelhos de Castelo de Vide (-8,6%), Ponte de Sor (-8,9%) e Elvas e Monforte, ambos com -10,2% de população.


Na lista dos cinco concelhos com maior percentagem de diminuição de residentes, atrás de Nisa, encontram-se Gavião (-17,9%), Avis (-16,7%), Fronteira (-16,2%) e Alter do Chão (-14,6%).


Os restantes concelhos do distrito, com percentagens de perda populacional que os colocam a meio da tabela, são Arronches (-11,8%), Crato (-13,1%), Marvão (-14%) e Sousel (-14,1%).


Portalegre continua a ser o concelho mais populoso do distrito, com 22.340 pessoas, seguido de Elvas, com 20.730, Ponte de Sor, que tem 15.248 residentes, Campo Maior, com uma população de 8.042, e Nisa, que conta 5.952 residentes.


Já os que têm menos habitantes são Arronches (2.789 pessoas), Fronteira (2.858), Monforte (2.992), Marvão (3.021) e Alter do Chão (3.044).


De acordo com os dados definitivos dos Censos de 2021, Portugal perdeu 2,1% da população nos últimos 10 anos, passando para 10.343.066 no dia 19 de abril de 2021 e invertendo a tendência de crescimento registada nas últimas décadas.


A fase de recolha dos Censos 2021 decorreu entre 05 de abril e 31 de maio e os dados referem-se à data do momento censitário, dia 19 de abril.



SM // RRL


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário