25 Setembro 2022, 14:36

COI convida federações internacionais a fixarem idade mínima dos atletas

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Redação, 01 abr 2022 (Lusa) — O Comité Olímpico Internacional (COI) desafiou hoje as federações internacionais a estabelecer uma idade mínima para competir nos seniores, uma questão em foco devido ao caso da jovem patinadora russa Kamila Valieva nos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim.


O COI “recomendou”, em comunicado, que as federações “abordem a questão da idade mínima nas diferentes modalidades e, se necessário, façam os devidos ajustes nos seus regulamentos”.


A organização abstém-se de fixar uma idade mínima geral para a participação nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, embora desde 2010 organize Jogos Olímpicos da Juventude reservados a adolescentes dos 15 aos 18 anos, que atualmente também são elegíveis para os seniores.


A Federação Internacional de Patinagem (ISU) incluiu na agenda do seu próximo Congresso (de 06 a 10 de junho em Phuket, Tailândia) o aumento da idade para competir no escalão dos seniores de 15 para 17 anos.


Em Pequim, o controlo positivo de doping da patinadora russa Kamila Valieva, de apenas 15 anos mostrou os perigos da alta competição para os atletas mais novos.



DN // NFO


Lusa/fim

Sem comentários

deixar um comentário