19 Setembro 2021, 08:18

Concurso do Centro de Saúde dos Carvalhos lançado em julho

© CM Gaia

O concurso para a construção do novo Centro de Saúde dos Carvalhos vai ser lançado já no próximo mês de julho.

A garantia foi dada hoje por Eduardo Vítor Rodrigues no final da reunião do Executivo onde foi votado, e aprovado, o contrato-programa com a Administração Regional de Saúde do Norte para a cedência do terreno para a obra.

“No mês de julho lançaremos o concurso para a construção”, revelou o autarca, indicando que depois seguem-se nove meses para apresentação de propostas e, de seguida, o visto do Tribunal de Contas.

Por isso, o arranque das obras está previsto “para o segundo semestre de 2022”, num investimento total de 3,6 milhões de euros da Câmara de Gaia, que espera depois poder receber “financiamento a rondar os 70 ou 75 por cento do valor”.

“O Centro de Saúde dos Carvalhos é uma nódoa no concelho e, portanto, vamos cumprir um objetivo e fazemo-lo na perspetiva do ressarcimento, à posteriori, de verbas. Mas não estamos dependentes disso para arrancar com a obra”, frisou Eduardo Vítor Rodrigues.

PUB – CONTINUE A LER A SEGUIR



Minifeiras populares arrancam a 01 de Julho

O presidente da Câmara de Gaia reforçou que não haverá qualquer tipo de festejos na noite de S. João, sublinhando que as minifeiras populares, a realizar no Parque Santa Maria Adelaide (Arcozelo), parque de estacionamento do Estádio Jorge Sampaio (Pedroso) e Quinta da Mesquita (Avintes) vão decorrer “entre 01 de julho e 30 de setembro”.

Está ainda prevista a realização das Noites de Verão, nos dias 9, 10, 16 e 17 de julho, no parque da Lavandeira; à semelhança do que aconteceu no ano passado.

Candidaturas ao «Gaia Cuidador» aprovadas

Na reunião de hoje, o Executivo aprovou ainda as primeiras candidaturas ao programa municipal «Gaia Cuidador», 39 no total, depois de realizadas as respetivas inspeções técnicas.

Foram ainda aprovados mais 90 pedidos de apoio ao arrendamento, numa reunião em que foram votados os apoios para os projetos de arquitetura e especialidade para o novo centro cívico de Grijó (no Largo Nossa Senhora da Graça) e de Crestuma (Largo da Praia) e para a requalificação do Largo da Igreja, em Vilar de Andorinho.

Paulo Lopes perde mandato na Escola António Sérgio

Um dos pontos da reunião era a perda de mandato de Paulo Lopes, presidente da Junta de Freguesia de Santa Marinha e Afurada, no Conselho Geral do Agrupamento de Escolas António Sérgio, um cargo para o qual foi escolhido pela autarquia.

“Recebi um email do presidente do Conselho Geral dando conta que haveria lugar a perda de mandato por faltas injustificadas”, revelou Eduardo Vítor Rodrigues, adjetivando-a como uma “atitude indiscritível” de um presidente de Junta que “fica com uma mancha no percurso”.

“Diga-se que esse lugar é de representação da Câmara e do presidente… Não será nunca mais indicado pelo município”, garantiu o autarca.

Para o lugar foi nomeado José Oliveira, adjunto da vereadora Marina Mendes.

Sem comentários

deixar um comentário