27 Setembro 2021, 14:37

Confirmados dois portugueses entre os cinco mortos no acidente de construção em Antuérpia

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Antuérpia, 19 jun 2021 (Lusa) — As autoridades belgas confirmaram hoje um total de cinco mortos no acidente num edifício em construção ocorrido na sexta-feira em Antuérpia, na Bélgica, indicando que dois são de nacionalidade portuguesa, havendo ainda dois por identificar.


Em declarações à agência Lusa, a polícia de Antuérpia disse que há a registar “cinco vítimas mortais, duas delas portuguesas”.


Momentos antes, o porta-voz da polícia de Antuérpia, Willem Migom, dissera que existe “quase a certeza de que há três vítimas portuguesas, uma romena e uma vítima da Rússia”.


“Tal como disse, ainda aguardarmos a confirmação final, mas tudo aponta para essas cinco vítimas e é esse o total de vítimas [mortais]”, afirmou Willem Migom, referindo que todos os feridos estão no hospital a ser tratados e “não correm perigo de vida”.


A Lusa questionou o Ministério dos Negócios Estrangeiros sobre o total de vítimas de nacionalidade portuguesa neste acidente em Antuérpia, aguardando ainda uma resposta.


No local do desabamento, o presidente da Câmara de Antuérpia, Bart de Weber, considerou que o acidente “é uma catástrofe terrível”, explicando que se tratava de uma escola, que estava quase terminada e que ia abrir em setembro.


“Algo correu mal na construção, não sabemos o quê, mas será investigado”, assegurou Bart de Weber, em declarações às televisões.


O colapso parcial do estaleiro de construção de uma escola em Antuérpia deixou ainda nove pessoas feridas e que se encontram internadas em quatro unidades hospitalares da região: quatro em perigo de vida, quatro em estado grave e um ferido ligeiro. A escola ainda se encontrava em construção e não havia alunos presentes, desconhecendo-se as razões na origem deste desastre.


O embaixador português, que esteve na sexta-feira no terreno do acidente, acompanhou a visita do Rei Filipe da Bélgica, que visitou o local esta tarde.



SSM (JYGO) // JLG



Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário