07 Dezembro 2022, 23:46

Consulado virtual em funcionamento em 2023 – Governo

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Lisboa, 10 set 2022 (Lusa) – O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, Paulo Cafofo, disse hoje que o consulado virtual deverá estar em funcionamento no próximo dia 10 de junho e garantiu que as comunidades portuguesas “são a prioridade número 1 do Ministério”.


“Tínhamos planeado, no âmbito do PRR [Plano de Recuperação e Resiliência], o consulado virtual estar em funcionamento em 2026, mas estamos a antecipar e queremos que no próximo dia 10 de junho este consulado virtual esteja já operacional e ao serviço dos portugueses e portuguesas que vivem no estrangeiro”, disse Paulo Cafofo.


Durante uma entrevista ao programa ‘Decisão Nacional’, da RTP Internacional, o governante admitiu que esta reorganização “implica diversas áreas governativas, que precisam de estar articuladas”, mas assegurou que “é um trabalho muito útil para não requerer a presença física no consulado e permitir que determinados assuntos possam ser tratados pela via digital”, entre os quais estão vários pagamentos.


Na entrevista, Paulo Cafofo assegurou que as comunidades portuguesas espalhadas pelo mundo são a principal prioridade do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) e confirmou que o relatório sobre a reorganização da rede consular está já feito.


“Temos o trabalho de casa feito dentro do MNE, sobre as necessidades e o número de funcionários consulares de que necessitamos, temos já uma revisão das tabelas salariais”, afirmou, explicando que a aprovação da implementação do relatório está dependente do Orçamento do Estado para o próximo ano.


“No âmbito do MNE, esta é a prioridade número 1, o que significa que para a política externa as questões das comunidades não são questões marginais, secundários ou anexas, portanto a prioridade estabelecida pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, João Cravinho, foi precisamente esta questão do funcionamento e reorganização e reforma consular”, concluiu.



MBA // ACL


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário