26 Janeiro 2022, 19:36

Covid-19: Açores registam uma morte e novo máximo diário de 392 novos casos

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Ponta Delgada, Açores, 01 jan 2022 (Lusa) — Os Açores registaram uma morte e 392 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, ultrapassando o máximo diário pelo quinto dia consecutivo, e contabilizando 1.956 infeções ativas e 11 doentes internados, revelou hoje a Autoridade Regional de Saúde.


No boletim diário, aquela entidade refere que morreu um homem de 69 anos, residente no Pico da Pedra, concelho da Ribeira Grande, no Hospital do Divino Espírito Santo (HDES), em Ponta Delgada, vítima da covid-19.


Hoje continuam internados 11 doentes, dos quais 10 estão no HDES (quatro em Unidade de Cuidados Intensivos) e um no Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira.


Quanto aos 392 novos casos diagnosticados (mais dois do que na sexta-feira), resultaram de 5.381 testes (mais 356 do que na sexta-feira).


Na ilha de São Miguel foram identificados 266 novos casos, registando-se 104 na Terceira, 11 no Faial, nove no Pico e dois em Santa Maria.


Em São Miguel, foram registados 112 novos casos positivos no concelho de Ponta Delgada, 48 no da Ribeira Grande, 46 no da Lagoa, 37 no de Vila Franca do Campo, 12 no da Povoação e 11 no de Nordeste.


A Terceira regista 50 novos casos positivos no concelho de Angra do Heroísmo e 54 no da Praia da Vitória.


O Faial tem 11 novos casos correspondentes ao concelho da Horta.


O Pico regista quatro novos no concelho da Madalena e cinco no de São Roque.


Em Santa Maria há dois novos casos correspondentes ao concelho de Vila do Porto.


Nas últimas 24 horas foram registadas 72 recuperações.


O arquipélago tem presentemente 1.956 casos positivos ativos, sendo 1.338 em São Miguel, 393 na Terceira, 124 no Faial, 47 no Pico, 31 em Santa Maria, 13 na Graciosa, sete nas Flores e três em São Jorge.


Desde 31 de dezembro de 2020 e até 22 de dezembro de 2021, 198.828 pessoas completaram a vacinação primária (84%) e 34.528 receberam o reforço da vacina (3.ª dose), segundo a Autoridade Regional de Saúde.


As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados em relação à pandemia, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da Direção-Geral da Saúde.


A covid-19 provocou 5.428.240 mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.


Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.955 pessoas e foram contabilizados 1.389.646 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.


A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.


Uma nova variante, a Ómicron, considerada preocupante e muito contagiosa pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral, mas desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta, em 24 de novembro, foram notificadas infeções em pelo menos 110 países, sendo dominante em Portugal.



ACG // ROC


Lusa/fim

Sem comentários

deixar um comentário