26 Janeiro 2022, 07:27

Covid-19: África CDC em negociações com Pfizer para levar medicamento ao continente

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Adis Abeba, 13 jan 2022 (Lusa) — O Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC) está em negociações com a farmacêutica Pfizer para tornar o medicamento Paxlovid contra a covid-19 acessível no continente, anunciou hoje o diretor do centro.


“Estamos em negociações estreitas com a Pfizer para vermos o que pode ser feito para tornar o medicamento deles disponível no continente e acessível ao continente, o Paxlovid”, disse John Nkengasong na sua conferência de imprensa semanal por videoconferência desde Adis Abeba, a sede do África CDC.


O cientista explicou que o África CDC está “ativamente envolvido” nesse objetivo porque acredita que em 2022 será necessária uma combinação de três abordagens para manter a pandemia sob controlo.


“Uma é aumentar a vacinação, a segunda é expandir os testes e a terceira é garantir que há um tratamento disponível e facilmente acessível”, disse.


Nkengasong explicou a importância do tratamento com a eventualidade de surgir uma nova variante tão transmissível como a micron, mas que provocasse doença grave, o que esgotaria o sistema hospitalar.


“A única forma de aliviar [os hospitais] seria termos um medicamento como o Paxlovid, que permitisse que as pessoas tomassem o comprimido e ficassem em casa”, afirmou.



FPA // VM


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário