27 Dezembro 2022, 14:13

Covid-19: África com mais 319 mortos e 7.971 infetados nas últimas 24 horas

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Lisboa, 30 mar 2021 (Lusa) — África registou mais 319 mortes associadas à covid-19 nas últimas 24 horas, para um total de 112.238 desde o início da pandemia, e 7.971 novos casos de infeção, segundo os dados oficiais mais recentes no continente.


De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número total de infetados nos 55 Estados-membros da organização é de 4.195.068 e o de recuperados nas últimas 24 horas é de 61.477, para um total de 3.754.469 desde o início da pandemia.


O número de recuperados foi revisto em forte baixa esta segunda-feira e hoje parece sugerir uma igualmente forte revisão em alta. Comparando os números de casos de recuperação da infeção apresentados pelo África CDC hoje e no último domingo, a evolução é de 4.660 novos casos de recuperação em 48 horas.


A África Austral continua a ser região mais afetada, registando hoje 1.905.511 infetados e 59. 910 mortos associados ao contágio com a doença. Nesta região, a África do Sul, o país mais atingido pela covid-19 no continente, regista 1.545.979 casos e 52.710 mortes.


O Norte de África é a segunda zona mais atingida pela pandemia, com 1.238.982 infetados e 35.676 vítimas mortais.


A África Oriental contabiliza 492.818 infeções e 8.908 mortos, enquanto na África Ocidental o número de infeções é de 431.661 e o de mortes ascende a 5.661. A África Central tem 126.096 casos e 2.083 óbitos.


O Egito, que é o segundo país africano com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, regista 11.914 mortes e 200.739 infetados, seguindo-se Marrocos, com 8.807 óbitos e 494.756 casos.


Entre os países mais afetados estão também a Tunísia, com 8.760 óbitos e 251.169 casos, a Argélia, com 3.084 mortos e 116.854 infetados, e a Etiópia, com 2.825 vítimas mortais e 202.545 infeções.


Em relação aos países de língua oficial portuguesa, Moçambique regista 769 mortes e 67.292 casos, seguindo-se Angola (534 óbitos e 22.132 casos de infeção), Cabo Verde (165 mortos e 17.190 casos), Guiné Equatorial (102 óbitos e 6.914 casos), Guiné-Bissau (61 mortos e 3.634 casos) e São Tomé e Príncipe (34 mortos e 2.215 casos).


O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito, em 14 de fevereiro de 2020, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.


A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.784.276 mortos no mundo, resultantes de mais de 127 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.


A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.



APL // VM


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário