04 Dezembro 2022, 12:20

Covid-19: África com mais 449 mortos nas últimas 24 horas

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Lisboa, 22 mar 2021 (Lusa) — África registou mais 449 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, para um total de 109.893 desde o início da pandemia, e o número mais recente de novos casos de infeção é de 4.114.437, segundo os dados oficiais.


O Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC) reviu hoje, sem explicações, o número total de infetados nos 55 Estados-membros da organização, que avançou no domingo de manhã como sendo de 4.158.923 casos desde o início da pandemia, e depois de três dias sem atualizar os dados associados à covid-19 no continente.


O número de recuperados nas últimas 24 horas é de 13.702, para um total de 3.681.643 desde o início da pandemia.


A África Austral continua a ser a região mais afetada, registando hoje 1.888.261 infetados e 59.095 mortos por contágio com a doença. Nesta região, a África do Sul, o país mais atingido pela covid-19 no continente, regista 1.537.852 casos e 52.111 mortes.


O Norte de África é a segunda zona mais atingida pela pandemia, com 1.227.258 infetados e 34.927 vítimas mortais.


A África Oriental contabiliza 461.849 infeções e 8.430 mortos, enquanto na África Ocidental o número de infeções é de 415.492 e o de mortes ascende a 5.441. A África Central tem 114.807 casos e 1.911 óbitos.


O Egito, que é o segundo país africano com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, regista 11.598 mortes e 195.418 infetados, seguindo-se Marrocos, com 8.767 óbitos e 491.709 casos.


Entre os países mais afetados estão também a Tunísia, com 8.546 óbitos e 245.706 casos, a Argélia, com 3.057 mortos e 125.157 infetados, e a Etiópia, com 2.659 vítimas mortais e 187.365 infeções.


Em relação aos países de língua oficial portuguesa, Moçambique regista 746 mortes e 66.212 casos, seguindo-se Angola (527 óbitos e 21.733 casos de infeção), Cabo Verde (159 mortos e 16.491 casos), Guiné Equatorial (101 óbitos e 6.780 casos), Guiné-Bissau (55 mortos e 3.568 casos) e São Tomé e Príncipe (34 mortos e 2.142 casos).


O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito, em 14 de fevereiro de 2020, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.


A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.710.382 mortos no mundo, resultantes de mais de 122,7 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.


A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.



APL // VM


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário