27 Janeiro 2022, 08:03

Covid-19: África revê em baixa número de mortes e regista 4.926 novos casos nas últimas 24 horas

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Redação, 29 out 2021 (Lusa) — África reviu em baixa o número de mortes associadas à covid-19 (menos 783), para 218.020 óbitos desde o início da pandemia, e registou 4.926 novos casos de infeção, nas últimas 24 horas, segundo dados oficiais.


Segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o total acumulado de casos de infeção pelo SARS-CoV-2 no continente desde o início da pandemia é agora de 8.488.481 e o de recuperados é de 7.887.960.


Quanto aos óbitos, esta organização tinha indicado, na quinta-feira, um total de 218.803, mas os números de hoje apontam 218.020 mortes relacionadas com a covid-19.


A África Austral continua a ser a região mais afetada do continente, com 3.924.462 casos e 111.226 óbitos associados à covid-19. Nesta região, encontra-se o país mais atingido pela pandemia, a África do Sul, que contabiliza 2.921.114 casos e 89.104 mortes.


O Norte de África, que sucede à África Austral nos números da covid-19, atingiu hoje um total acumulado de 2.587.668 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2 e 70.212 mortes associadas à covid-19.


A África Oriental contabiliza 1.048.245 infeções e 22.862 mortos. Já a região da África Ocidental é a que regista o menor número de casos (661.912) e de mortes (9.943).


A Tunísia, o segundo país africano com mais vítimas mortais a seguir à África do Sul, regista 25.227 mortes e 712.230 infetados, seguindo-se o Egito, com 18.483 óbitos e 328.209 casos. Depois, vem Marrocos, com 945.504 contágios, mas menos mortes do que os dois países anteriores, 14.654 óbitos associados à doença.


Entre os países mais afetados estão também a Etiópia, com 6.428 vítimas mortais e 364.098 infeções, a Argélia, com 5.907 óbitos e 206.160 pessoas infetadas, e o Quénia, com 5.270 mortes associadas à doença e 253.018 contágios acumulados.


Em relação aos países de língua oficial portuguesa, Moçambique contabiliza 1.929 mortes associadas à doença e 151.270 infetados no acumulado desde o início da pandemia, seguindo-se Angola com 1.705 óbitos e 64.226 casos, Cabo Verde (349 mortes e 38.181 infeções), Guiné Equatorial (163 óbitos e 13.236 casos), Guiné-Bissau (141 mortos e 6.133 infetados) e São Tomé e Príncipe (56 óbitos e 3.697 infeções).


O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito, em 14 de fevereiro de 2020, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.


A covid-19 provocou pelo menos 4.979.103 mortes em todo o mundo, entre mais de 245,47 milhões infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.


A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.



ATR // JH


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário