17 Outubro 2021, 16:44

Covid-19: África ultrapassa as 130.000 mortes associadas à doença

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Lisboa, 30 mai 2021 (Lusa) — África registou hoje mais 297 mortes e 11.549 novos infetados por covid-19 nas últimas 24 horas, ultrapassando os 130 mil mortos associados à doença desde o início da pandemia, de acordo com os dados oficiais mais recentes.


Segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número total de mortos associados à pandemia no Continente africano é hoje de 130.050.


O África CDC informou ainda que o total de casos no Continente desde o início da pandemia é de 4.814.236, mais 11.549 do que na véspera, enquanto 4.352.329 pessoas recuperaram da doença, a partir dos dados oficiais divulgados pelos 55 países que compõe a organização.


A África Austral, a região mais afetada, registou um total de 2.067.177 casos, que causaram 64.536 mortes associadas à doença.


Só a África do Sul, o país mais afetado pela covid-19 no Continente, contabiliza um total de 1.654.551 casos e 56.293 mortes.


O Norte de África é a segunda região mais atingida, com 1.453.109 infetados com o vírus SARS-CoV-2 e 43.808 mortes associadas à infeção.


A África Oriental contabiliza 648.607 infeções e 12.698 mortos e a região da África Ocidental regista 472.441 casos de infeção e 6.227 mortes.


A região da África Central é a que regista menos casos de infeção e de mortes, 172.902 e 2.781 respetivamente.


A seguir à África do Sul, o Egito é o país com mais vítimas mortais, registando 14.950 mortes e 259.540 infetados, seguido da Tunísia, com 12.513 óbitos e um total de 341.952 casos.


Marrocos, que regista menos mortes do que os seus dois vizinhos do Norte de África, mas mais infetados, registou um total de 518.458 casos e 9.135 mortes associadas à covid-19 desde o início da pandemia.


Entre os países mais afetados estão também a Etiópia, com 4.139 vítimas mortais e 270.944 infeções, a Argélia, com 3.586 óbitos e 128.198 infetados, e o Quénia, com 3.141 mortos e 170.485 infeções.


Quanto aos países de expressão portuguesa, Moçambique anunciou nas últimas 24 horas mais uma morte, para um total de 836 desde o início da pandemia, e 70.724 casos, seguindo-se Angola, com 757 óbitos e 34.180 casos, e Cabo Verde, com 263 mortos e 30.273 casos.


A Guiné Equatorial registou 113 óbitos e 8.476 casos (os mesmos números do que na véspera), a Guiné-Bissau 68 mortos e 3.760 casos e São Tomé e Príncipe 37 mortos e 2.344 casos desde o início da pandemia.


O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito, em 14 de fevereiro de 2020, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.


A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3,5 milhões de mortos no mundo, resultantes de mais de 169,8 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.


A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.


 


RCS // PA


Lusa/Fim

Tags

Sem comentários

deixar um comentário