04 Dezembro 2021, 11:49

Covid-19: Cabo Verde com mais 18 casos e 57 recuperações em 24 horas

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Praia, 27 out 2021 (Lusa) — Cabo Verde anunciou mais 18 novos casos positivos de infeção pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas e 57 pessoas foram dadas como recuperadas da doença, informou hoje o Ministério da Saúde.


Em comunicado, o ministério cabo-verdiano avançou que do total de 405 resultados recebidos dos laboratórios, somam-se 18 casos novos positivos de infeção, numa taxa de positividade de 4,4%.


Os novos infetados pelo registados na Praia (dois) e Santa Catarina (um), em Santiago, Maio (oito), São Vicente (três), Ribeira Grande de Santo Antão (três) e um em Ribeira Brava de São Nicolau.


Em mais um dia sem registo de óbitos, as autoridades de saúde cabo-verdianas deram alta a mais 57 pessoas, elevando para 3.581 os casos considerados recuperados da infeção.


Desde o início da pandemia, Cabo Verde já registou um total de 38.169 casos positivos acumulados, dos quais 349 resultaram em óbitos e há ainda a contabilizar 215 casos ativos.


Na segunda-feira, o diretor nacional de Saúde, Jorge Noel Barreto, sublinhou “melhorias” nos últimos 14 dias, com o país a aproximar-se da desejada taxa de positividade inferior a 4% e uma taxa de transmissibilidade (RT) inferior a 1.


“Já temos dois indicadores que permita-nos dizer que estamos a atingir algum controlo e a taxa de incidência acumulada nos últimos 14 dias tem melhorado consideravelmente em todos os concelhos, estando em 44 casos por 100 mil habitantes”, referiu o porta-voz do Ministério da Saúde, lembrando que nos 14 dias anteriores era de 79 por 100 mil habitantes.


Cabo Verde já atingiu 80% da população adulta estimada vacinada com pelo menos uma dose de vacina contra a covid-19 e 54% com duas doses.


Perante os dados mais recentes, o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, fará na quinta-feira uma comunicação ao país.


A covid-19 provocou pelo menos 4.960.994 mortes em todo o mundo, entre mais de 244,46 milhões infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.


A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.



RIPE // LFS


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário