18 Janeiro 2022, 06:53

Covid-19: Cabo Verde com máximo de novos casos em 20 dias

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Praia, 21 dez 2021 (Lusa) – Cabo Verde registou 22 infetados com o novo coronavírus responsável pela pandemia de covid-19 nas últimas 24 horas, o registo diário mais elevado nos últimos 20 dias, segundo dados divulgados hoje pelo Ministério da Saúde.


De acordo com o boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, os laboratórios de virologia do arquipélago processaram 578 amostras desde segunda-feira, com uma taxa de positividade global para o novo coronavírus de 3,8%.


O máximo diário anterior de novos casos diários tinha sido registado em 01 de dezembro (23 novos infetados), segundo o histórico disponibilizado pelo Ministério da Saúde.


“Convém termos muita cautela porque ao mínimo descuido a situação pode-se descontrolar rapidamente”, alertou na segunda-feira o diretor nacional de Saúde de Cabo Verde, Jorge Noel Barreto.


“Ainda há circulação do vírus, poderemos ainda ter identificação de outras variantes de preocupação, que poderão descontrolar a situação epidemiológica tanto em Cabo Verde como a nível mundial, portanto a situação ainda não é de baixar a guarda”, sublinhou.


Nas últimas 24 horas foram registados novos casos de covid-19 nas ilhas de Santiago (sete), Santo Antão (seis), Sal (quatro), São Nicolau (dois), Maio (dois) e São Vicente (um). Foram dadas como recuperadas da doença três pessoas e manteve-se em 351 o acumulado de óbitos por complicações associadas à covid-19, além de 17 por causas externas, desde o início da pandemia.


Cabo Verde passa a contar com um acumulado de 38.618 casos de infeção pelo novo coronavírus, SARS-CoV-2, desde 19 de março de 2020 (quando foi diagnosticado o primeiro infetado no arquipélago), distribuídos por todos os 22 municípios das nove ilhas habitadas, segundo os dados do Ministério da Saúde.


O arquipélago regista hoje 114 casos ativos de covid-19 e soma 38.618 casos considerados recuperados da doença, enquanto dois infetados estrangeiros foram transferidos para os países de origem.


O diretor nacional de Saúde de Cabo Verde revelou na segunda-feira que a vacinação contra a covid-19 nos adolescentes com idades dos 12 aos 17 anos, iniciada em 16 de dezembro, registou uma “grande mobilização”, com 10.575 vacinados em poucos dias.


“Neste momento, a vacinação de adolescentes é a atividade prioritária nesta luta contra a covid-19”, afirmou Jorge Noel Barreto.


Acrescentou que Cabo verde já recebeu um total de 945.220 doses de vacinas e que até domingo foram utilizadas 569.785 doses, o que representa 60,3% da quantidade recebida.


Relativamente à vacinação de adultos com a primeira dose, Jorge Noel Barreto explicou que a nível nacional a taxa de cobertura é de 83,6%, o que corresponde a 309.690 pessoas vacinadas.


Com a vacinação completa estão 260.095 pessoas, representado 70,2% da população adulta do país.


A covid-19 provocou mais de 5,35 milhões de mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.


A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.


Uma nova variante, a Ómicron, classificada como preocupante pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral, mas desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta, a 24 de novembro, foram notificadas infeções em pelo menos 89 países de todos os continentes.



PVJ/LYA // JH


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário