07 Agosto 2022, 03:32

Covid-19: Cabo Verde já ultrapassou meta de 85% de população vacinada

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Praia, 17 fev 2022 (Lusa) — Cabo Verde já ultrapassou a meta traçada pelo Governo de vacinar 85% da população com pelo menos uma dose de vacinas contra o vírus que causa a covid-19, estando atualmente em 85,3%, conforme dados oficiais hoje divulgados.


Conforme o boletim de vacinação, até 13 de fevereiro um total de 315.984 adultos já tinham recebido a primeira dose, correspondendo a 85,3% da população adulta estimada no país.


Em agosto do ano passado, o primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, traçou como fasquia imunizar 85% de adultos contra a covid-19, mas ainda durante o ano passado.


“Nós temos a ambição de ultrapassar os 70% a nível nacional ainda durante o mês de setembro e colocarmos uma fasquia ainda mais elevada para ultrapassarmos os 80/85%, porque quando mais população vacinada, mais população protegida nós temos, mais condições teremos para retoma da atividade económica e da vida social normal que nós todos pretendemos”, traçou na altura o chefe do Governo.


De acordo com os mesmos dados, 269.659 pessoas adultas já receberam a segunda dose, representando 72,8% da população alvo completamente vacinada contra o SARS-COV-2.


Outro dado constatado pelo Ministério da Saúde é que, até 13 de fevereiro, 236.992 (90,1%) da população geral elegível maior 18 anos de idade que não se identificou como pertencente aos grupos de prioritários definidos no Plano Nacional de Introdução e Vacinação contra a COVID-19) estava vacinada.


Quanto aos adolescentes, 44.465 dos cerca de 60 mil já tinham recebido pelo menos uma dose, correspondendo a 75,1% da população estimada.


Até essa altura, o país tinha utilizado 669.805 (71,0%) das vacinas recebidas através do mecanismo COVAX e doações de países parceiros, ainda segundo o mais recente boletim de vacinação.


A campanha de vacinação contra a covid-19 em Cabo Verde teve início em março de 2021.


Nas últimas 24 horas, o país reafirmou a melhoria de casos nos últimos dias, sem registo de nenhum, mantendo, por isso, um total de 55.856 casos positivos acumulados desde o início da pandemia, dois quais 400 resultaram em óbitos, 55.375 casos recuperados e há ainda 31 casos ativos.


A partir de sábado o país vai entrar em mais um período de 15 dias em situação de contingência, decretada na terça-feira pelo Governo, que proibiu a habitual tolerância de ponto no período festivo do Carnaval.


A covid-19 provocou pelo menos 5.848.104 mortos em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.


A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.


A variante Ómicron, que se dissemina e sofre mutações rapidamente, tornou-se dominante no mundo desde que foi detetada pela primeira vez, em novembro, na África do Sul.



RIPE // PJA


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário