24 Setembro 2021, 16:15

Covid-19: Cabo Verde recebe donativo chinês de 50 mil vacinas e 51.200 seringas

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Praia, 12 jun 2021 (Lusa) – Cabo Verde recebeu esta madrugada 50 mil doses da vacina chinesa Sinopharm contra a covid-19 e 51.200 seringas, numa doação do Governo da China, elevando para cerca de 200 mil doses o ‘stock’ disponível no arquipélago.


“Momento significativo porque neste combate à pandemia as vacinas fazem todo a diferença. Representa salvar vidas, salvar a economia, o emprego, o rendimento e criar as condições para o relançamento da economia e para a vida normal. Todos sentimos falta de abraços, de afeto, que foram muito afetados por esta pandemia”, disse, após a chegada deste donativo, no aeroporto internacional da Praia, o primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva.


De acordo com dados anteriores do Ministério da Saúde, Cabo Verde tinha 150 mil doses de vacinas contra a covid-19 para serem administradas, incluindo o donativo da Hungria, que na terça-feira entregou 100 mil doses da vacina da AstraZeneca às autoridades cabo-verdianas.


Com o donativo da China, Cabo Verde passa a ter uma disponibilidade de quase 200 mil vacinas para serem aplicadas até agosto.


“Eu gostaria de agradecer vivamente à República Popular da China por este contributo, por este donativo, que vai permitir reforçar o nosso plano de vacinação. E reafirmar o nosso empenho para continuarmos a desempenhar aquilo que tem sido um bom combate à pandemia, reforçado agora com a vacinação. E a nossa meta vai ser de facto atingida, porque estamos fortemente empenhados em atingir 70% ou mais da vacinação [da população adulta] até ao final do ano”, afirmou Ulisses Correia e Silva.


Cabo Verde já vacinou com pelo menos uma dose das vacinas disponíveis no arquipélago (AstraZeneca e Pfizer) cerca de 33 mil pessoas, equivalente a 10% da população elegível (330 mil pessoas com mais de 18 anos) para o processo de vacinação, sendo objetivo do Governo atingir uma taxa de cobertura de 70% até final do ano.


Cabo Verde também recebeu em 04 de junho 31.200 doses da vacina da AstraZeneca contra a covid-19 pelo mecanismo Covax, no âmbito de um donativo da França.


Antes, o arquipélago já tinha recebido 24.000 doses da vacina contra a covid-19 da AstraZeneca em 12 de março e 5.850 da Pfizer dois dias depois, no âmbito do mecanismo Covax, iniciativa fundada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) que visa garantir uma vacinação equitativa contra o novo coronavírus.


Em 14 de maio, Cabo Verde recebeu de Portugal uma doação de 24.000 doses de vacinas também da AstraZeneca.


O arquipélago conta com um acumulado de 31.512 casos de covid-19 diagnosticados desde 19 de março de 2020, que provocaram 272 mortes por complicações associadas à doença.


Cabo Verde registava na sexta-feira 991 casos ativos de infeção e somava 30.231 casos considerados recuperados da doença, segundo dados do Ministério da Saúde.



PVJ // VM


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário