29 Janeiro 2022, 01:27

Covid-19: Cabo Verde regista 731 novos casos e mais uma morte

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Praia, 01 jan 2022 (Lusa) — Cabo Verde registou mais 731 novos casos positivos do novo coronavírus nas últimas 24 horas e mais um óbito associado à doença covid-19, informou hoje o Ministério da Saúde.


Em comunicado, o ministério cabo-verdiano avançou que do total de 2.640 resultados recebidos das análises efetuadas nos laboratórios, somam-se 731 casos novos positivos de covid-19, numa taxa de positividade de 27,7%.


Com casos novos em todas as ilhas e concelhos, a maioria das infeções foi registada na cidade da Praia (287), sendo que na ilha de Santiago há mais infetados nos concelhos de Ribeira Grande (nove), São Domingos (dois), Santa Catarina (21), São Salvador do Mundo (seis), Tarrafal (dois), São Miguel (seis), Santa Cruz (cinco), São Lourenço dos Órgãos (três).


Na ilha do Fogo há mais 27 casos, sendo 20 em São Filipe, cinco nos Mosteiros, dois em Santa Catarina, seis na Brava e 50 em Santo Antão, repartidos por Porto Novo (43), Ribeira Grande (dois) e Paul (cinco). 


Em São Vicente, as autoridades sanitárias registaram mais 152 novos casos, no Sal foram 120, o Maio registou 11 e São Nicolau contabilizou 16, distribuídos pró Ribeira Brava (nove) e Tarrafal (sete).  


Nas últimas 24 horas, mais uma pessoa morreu por causa da doença covid-19, na cidade da Praia, o que acontece um mês depois da última morte, que tinha sido registada em 02 de dezembro.


No total, Cabo Verde acumula 352 óbitos associados à doença covid-19.


Desde sexta-feira, mais de 21 pessoas tiveram alta e o país tem agora 38.312 casos considerados recuperados da infeção.


O país apresenta um total acumulado de 42.463 casos positivos, dos quais estão contabilizados 3.773 casos ativos.


Depois de uma situação estável, Cabo Verde registou um aumento exponencial de novos casos nos últimos dias, com um recorde de 994 na sexta-feira, sendo que na última terça-feira o Governo já tinha declarado o regresso ao estado de contingência e decidido o reforço de várias medidas restritivas.


A covid-19 provocou 5.428.240 mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse (AFP).


A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.


Uma nova variante, a Ómicron, considerada preocupante e muito contagiosa pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral, mas desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta, a 24 de novembro, foram notificadas infeções em pelo menos 110 países, sendo dominante em Portugal.


 


RIPE // SCA


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário