06 Dezembro 2022, 23:05

Covid-19: Cabo Verde regista valor diário mais alto em três meses com 96 novos casos

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Praia, 23 dez 2021 (Lusa) – Cabo Verde registou 96 novos casos do novo coronavírus nas últimas 24 horas, o registo diário mais alto em mais de três meses, segundo os dados divulgados hoje pelo Ministério da Saúde.


De acordo com aquele ministério cabo-verdiano, desde quarta-feira os laboratórios de virologia processaram 857 amostras e contabilizaram 96 novos casos, dando uma taxa de positividade de 11,2%.


Os 96 novos casos é o registo mais alto no país em mais de três meses – o mais elevado tinha sido em 15 de setembro (122 novos infetados) – e acontecem depois de vários dias com menos de 20 casos, exceto os 22 e 37 nos últimos dois dias.


Os novos casos foram registados na Praia (48), Ribeira Grande (um), Santa Catarina (um), todos em Santiago, São Filipe no Fogo (1), Boa Vista (sete), Sal (16), São Vicente (quatro), Ribeira Brava de São Nicolau (dois).


Em Santo Antão, há registo de 15 novos infetados, sendo nove no Porto Novo, quatro em Ribeira Grande e dois no Paul.


Nas últimas 24 horas, quatro pessoas tiveram alta, elevando para 38.135 os casos recuperados da infeção.


Desde o início da pandemia, Cabo Verde registou um total de 38.751 casos positivos acumulados, dos quais há ainda a registar 351 óbitos e o número de ativos subiu para 239.


Na segunda-feira, em conferência de imprensa, o diretor nacional de Saúde, Jorge Noel Barreto, alertou que qualquer descuido poderia fazer a situação descontrolar rapidamente no país.


“Ainda há circulação do vírus, poderemos ainda ter identificação de outras variantes de preocupação, que poderão descontrolar a situação epidemiológica tanto em Cabo Verde como a nível mundial, portanto a situação ainda não é de baixar a guarda”, alertou.


Na mesma altura, o porta-voz do Ministério da Saúde avançou que o país já recebeu um total de 945.220 doses de vacinas e que até domingo último foram utilizadas 569.785 doses, o que representa 60,3% da quantidade recebida.


Relativamente à vacinação de adultos com a primeira dose, explicou que a nível nacional a taxa de cobertura é de 83,6%, o que corresponde a 309.690 pessoas vacinadas, enquanto que com a vacinação completa estão 260.095 pessoas, representado 70,2% da população adulta do país.


Está também em curso a vacinação contra a covid-19 nos menores com idades dos 12 aos 17 anos, iniciada em 16 de dezembro, tendo já sido vacinados quase 30 mil pessoas nessa faixa etária.


Desde 28 de outubro que Cabo Verde está em situação de alerta, tendo deixado de ser obrigatório o uso de máscara na via pública, bem como o relaxamento de várias medidas, como reabertura de discotecas.


A covid-19 provocou mais de 5,37 milhões de mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.


A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.


Uma nova variante, a Ómicron, classificada como preocupante pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral, mas desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta, a 24 de novembro, foram notificadas infeções em pelo menos 89 países de todos os continentes, incluindo Portugal.


RIPE//RBF


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário