19 Janeiro 2022, 20:54

Covid-19: China Southern Airlines fecha portas a passageiros de 38 países, Moçambique incluído

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Macau, China, 13 jan 2022 (Lusa) — A transportadora aérea estatal chinesa China Southern Airlines anunciou a suspensão, em vigor desde terça-feira, do transporte de passageiros vindos de 38 países, incluindo Moçambique, com destino à China.


Num comunicado, a companhia justificou a decisão, que afeta passageiros vindos de países como a Nigéria, África do Sul, Índia, Filipinas, Irão, Rússia e México, com “as necessidades de prevenção e controlo da pandemia” da covid-19.


Em abril de 2020, a China Southern Airlines tinha já deixado de transportar passageiros vindos do Brasil com destino à China, devido à pandemia.


A China Southern Airlines referiu que a suspensão “temporária” abrange todos os passageiros, incluindo cidadãos chineses, que pretendessem regressar à China através de um outro país.


A cidade de Xangai, no leste da China, registou a 17 de dezembro um caso importado de covid-19, um cidadão chinês que, após ter estado a trabalhar em Moçambique, regressou à China.


A covid-19 é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.


Após a deteção em novembro de uma nova variante, a Ómicron, considerada preocupante e muito contagiosa pela Organização Mundial da Saúde (OMS), muitos estados fecharam as suas fronteiras a voos vindos da África Austral.


Após a Ómicron se tornar dominante em pelo menos 110 países, a maioria das restrições foram levantadas. A 10 de janeiro, Taiwan retirou Moçambique e mais nove países da África Austral da lista de alto risco.


A Comissão Nacional de Saúde da China anunciou hoje a deteção de 190 casos de covid-19, nas últimas 24 horas, 124 dos quais por contágio local.


A doença respiratória provocou 5.503.347 mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.



VYQ // JMC


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário