12 Agosto 2022, 09:36

Covid-19: Empresários moçambicanos aplaudem alívio de restrições

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Maputo, 17 fev 2022 (Lusa) – A Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA), principal associação empresarial moçambicana, aplaudiu hoje o alívio das restrições para prevenção da covid-19 em Moçambique.


“A decisão de relaxamento vem no momento certo”, anunciou Muhammad Abdullah, diretor da CTA com o pelouro do turismo, após o anúncio de Filipe Nyusi na quarta-feira.


“Para o setor do turismo, é uma lufada de ar fresco e uma oportunidade real para a retoma do setor: o fim do recolher obrigatório, o alargamento de horários e o aumento do número de pessoas em eventos aumentam a confiança e otimismo”, referiu.


O dirigente propõe outras medidas para dinamizar o setor: implementação de vistos online, promoção digital do destino Moçambique e criação de um secretariado de convenções. 


Maior mobilidade gera oportunidades de turismo, concluiu.


Moçambique tem 68% da população vacinada e vive uma fase de recuo da covid-19, após o pico da quarta vaga no início de janeiro.


O país acumula 224.791 casos e 2.189 mortes.


A covid-19 provocou pelo menos 5.848.104 mortos em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.


A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.


A variante Ómicron, que se dissemina e sofre mutações rapidamente, tornou-se dominante no mundo desde que foi detetada pela primeira vez, em novembro, na África do Sul.



LFO // VM


Lusa/Fim


 

Sem comentários

deixar um comentário