19 Outubro 2021, 19:25

Covid-19: Ensino presencial regressa na ilha de São Miguel exceto em Vila Franca do Campo

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Ponta Delgada, Açores, 06 mai 2021 (Lusa) — Vila Franca do Campo é o único concelho da ilha de São Miguel que permanece em alto risco de contágio da covid-19 e o ensino presencial regressa em todos os níveis de escolaridade nos restantes municípios, anunciou hoje o executivo açoriano.


Na conferência de imprensa semanal de revisão das medidas restritivas no âmbito da pandemia, o secretário Regional da Saúde indicou que o ensino vai manter-se à distância apenas no concelho de Vila Franca do Campo, exceto para os alunos do 1.º e 2.º anos do ensino básico e no caso das disciplinas do ensino secundário sujeitas a exames nacional, o que até agora se aplicava em todos os concelhos desde segunda-feira.


Nos restantes concelhos – Lagoa, Nordeste, Ponta Delgada, Ribeira Grande e Povoação, o Governo Regional, de coligação PSD/CDS-PP/PPM, determinou o regresso do ensino presencial em todos os níveis de escolaridade.


“Na ilha de São Miguel, temos um único concelho em situação de alto risco, o concelho de Vila Franca do Campo, e, por isso, em situação de calamidade”, afirmou Clélio Meneses.


Este concelho teve, nos últimos sete dias, “134 casos por 100.000 habitantes”, pelo que permanece em alto risco, acrescentou.


De acordo com a avaliação semanal de risco, os concelhos da Lagoa e Ribeira Grande passam a estar em médio alto risco, Povoação em médio risco, Ponta Delgada em baixo risco e o Nordeste em muito baixo risco.


A escala de risco utilizada pela Região Autónoma dos Açores tem cinco níveis: muito baixo, baixo, médio, médio alto e alto.


De acordo com o secretário Regional da Saúde, deixam de vigorar em todo a ilha as restrições de circulação, o encerramento de escolas, dos estabelecimentos de restauração e de outros serviços, passando a vigorar medidas específicas por concelho, uma vez que a ilha de São Miguel deixou de estar em alto risco.


De acordo com a alteração que já tinha sido anunciada na quarta-feira, em Vila Franca do Campo “os estabelecimentos de restauração passam a estar abertos até às 15:00”, sendo que podem funcionar em regime de ‘take-away’ até às 22:00 locais (23:00 em Lisboa), mas “os estabelecimentos de bebidas, vulgarmente designados cafés, estão encerrados”.


“Há aqui o entendimento de que, pela avaliação que foi sendo feita nestes últimos tempos, a restauração consegue, de alguma forma, cumprir e garantir regras de segurança e distanciamento”, mas, “nos cafés, não é tanto assim, e o que se percebe é que, nos concelhos de alto risco, são focos de contaminação”, explicou o governante.


Naquele município, continua proibida a circulação a partir das 20:00 nos dias de semana e aos fins de semana a restrição passa a ser a partir das 17:00.


Na Lagoa e na Ribeira Grande, os restaurantes estão abertos até às 15:00 e até às 22:00 funcionam em regime de ‘take-away’, na Povoação podem funcionar até às 20:00 e, em Ponta Delgada, estão abertos até às 22:00.


No concelho do Nordeste aplicam-se as medidas menos restritivas, como o funcionamento dos cafés e restaurantes até às 23:59.


Os Açores têm atualmente 174 casos positivos ativos, sendo 165 em São Miguel, seis nas Flores, dois em Santa Maria e um na Terceira.


Desde o início da pandemia foram diagnosticados 4.981 casos positivos de covid-19 na região, tendo recuperado da doença 4.654 pessoas.


Morreram 31 pessoas, saíram do arquipélago 79 e apresentaram prova de cura anterior 43.


 


ILYD (APE/RPYP) // MLS


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário