03 Dezembro 2021, 12:38

Covid-19: Espanha com nível de contágios a subir ligeiramente

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Madrid, 22 mar 2021 (Lusa) — Os contágios de covid-19 em Espanha aumentaram hoje ligeiramente, para 129 por 100.000 habitantes, depois da tendência em baixa ter estagnado nos 128 durante três dias da semana passada, segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde espanhol.


O nível de incidência acumulada (contágios) em Espanha subiu de quinta-feira para hoje de 128 para 129 casos diagnosticados por 100.000 habitantes nos 14 dias anteriores.


As regiões com os níveis mais elevados são as de Madrid (218), País Basco (188), Catalunha (165), Astúrias (156) e Aragão (132).


Na sexta-feira foi um dia feriado em Madrid e noutras seis comunidades autónomas (Dia de São José), o que implicou que os serviços de saúde nacionais não publicassem durante vários dias os dados diários sobre a evolução da pandemia.


A Espanha registou 16.471 novos casos de covid-19 desde quinta-feira, elevando para 3.228.803 o total de infetados até agora no país.


As autoridades sanitárias também contabilizaram mais 633 mortes nos últimos quatro dias atribuídas à covid-19, passando o total de óbitos para 73.543.


Nas últimas 24 horas deram entrada nos hospitais em todo o país 612 pessoas com a doença (857 na quinta-feira), das quais 150 em Madrid, 152 na Catalunha e 85 na Andaluzia.


Por outro lado, subiu para 8.010 o número de hospitalizados com a covid-19 (7.841), o que corresponde a 6% das camas, das quais 1.935 pacientes em unidades de cuidados intensivos (1.950), 20% das camas desse serviço.


O Ministério da Saúde propôs hoje às comunidades autónomas a eliminação do limite de 55 anos para a vacina AstraZeneca, mas avança que, para efeitos operacionais e de disponibilidade, pretende administrar o medicamento apenas aos menores de 65 anos de idade.


A proposta tem agora de ser ratificada numa reunião com os responsáveis pela Saúde de todas as comunidades autónomas, que em Espanha têm autonomia e tomam decisões nesta área.


A imunização com a vacina da Universidade de Oxford vai ser retomada a partir desta quarta-feira, depois da paragem decretada na semana passada pelo Ministério da Saúde, enquanto se esperavam esclarecimento da Agência Europeia de Medicamentos (EMA) sobre a eficácia do fármaco.


A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.716.035 mortos no mundo, resultantes de mais de 123 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.


Em Portugal, morreram 16.784 pessoas dos 817.778 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.


A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.



FPB // ANP


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário