09 Agosto 2022, 14:24

Covid-19: Estados Unidos ultrapassam os 16 milhões de casos

LUSA Autor
Agência de notícias de Portugal

Washington, 13 dez 2020 (Lusa) – Os Estados Unidos ultrapassaram nas últimas 24 horas os 16 milhões de casos de covid-19 desde o ínicio da pandemia, de longe o valor mais alto no mundo, segundo uma contagem independente da Universidade Johns Hopkins.


Índia, com 9,8 milhões de infeções, e Brasil, com 6,8 milhões, são os países que se seguem, sendo também os únicos, a par dos Estados Unidos, a contabilizar mais de 3 milhões de contágios desde o início da pandemia. Em quarto lugar surge a Rússia, com 2,6 milhões de casos confirmados.


De acordo com os números contabilizados pela Universidade Johns Hopkins, desde o início da pandemia o país registou ainda 297.789 mortes, com um recorde de 3.309 óbitos na sexta-feira.


Os Estados Unidos são o país com mais mortes provocadas pelo novo coronavírus SARS-Cov-2, responsável pela covid-19, e também com mais casos de infeção confirmados (16.045.596).


Na sexta-feira, os EUA deram luz verde à primeira vacina contra a covid-19, a vacina da Pfizer e da BioNTech.


As primeiras doses vão começar a chegar aos estados na segunda-feira de manhã, anunciaram as autoridades, e serão para profissionais de saúde e residentes em lares de idosos.


A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.595.276 mortos resultantes de mais de 71 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.


A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.



PTA // PTA


Lusa/Fim

Sem comentários

deixar um comentário